Cajazeiras-PB, 18/11/2017
HOME » POLÍTICA » Zé Aldemir decreta contenção de despesas e admite que município poderá ficar ingovernável

Zé Aldemir decreta contenção de despesas e admite que município poderá ficar ingovernável

O prefeito José Aldemir Meireles de Almeida (PP) publicou decreto que dispõe sobre a adoção de medidas administrativas para adequação ao período de crise econômica e contenção de gastos no âmbito do Poder Executivo Municipal na terça-feira, 17.

Com as abruptas reduções nos repasses de recursos para o município de Cajazeiras, o Chefe do Executivo sentiu-se na obrigação de tomar medidas duras, para conter as despesas e manter o equilíbrio econômico financeiro das ações básicas da administração. Considera-se manter os serviços básicos aos munícipes, especialmente na saúde e educação.

 

Finalmente, o decreto preconiza que as referidas medidas sirvam para adequação à nova realidade financeira e orçamentária do município, a fim de atingir os objetivos previstos no presente ato e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

CLIQUE AQUI E LEIA O DECRETO Nº 029-GP NA ÍNTEGRA

Na manhã da segunda-feira, 16, Zé Aldemir revelou, em participação no Programa Bom Dia Notícias da Difusora AM, que caso não aconteça alguma intervenção ou medida por parte do governo federal para ‘salvar’ as finanças de Cajazeiras, o município ficará ingovernável.

“Não podemos fabricar dinheiro, as contas aumentam e a verba que tem não paga as dividas. Você com R$ 1 mil não paga R$ 2 mil. Não existe mágica,” relatou o prefeito.

O decreto de contenção de despesas vem logo após denúncias de nepotismo e super-salários no âmbito da administração municipal, formuladas pelo vereador Rivelino Martins (PSB) na Câmara Municipal de Cajazeiras.

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *