Cajazeiras-PB, 14/12/2017
HOME » COLABORADORES » [WALTER SANTOS] Adeus, Edme Tavares: Cajazeiras exposta ao mundo

[WALTER SANTOS] Adeus, Edme Tavares: Cajazeiras exposta ao mundo

edme1-300x200

Edme Tavares: lá se vai um Homem exemplar e bom.

Luto é a palavra – expressão que assola o meio político e intelectual da Paraíba com a morte do ex-deputado federal Edme Tavares, filho de uma prole famosa pelos filhos capazes que a história se fez registrar a partir de Cajazeiras, terra do Padre Rolim, de cultura e educação, tanto que se fizera notar como ambiente que ensinou a Paraíba a ler.

Lendas ou marketing histórico, pouco importa na vastidão da importância política e cultural que a cidade impôs ao longo dos tempos.

Neste processo de afirmação política é impossível avaliar a contribuição de Cajazeiras ao Estado como um todo sem inserir com reverência o ex-deputado Edme Tavares, homem culto, bom e dedicado às causas paraibanas em todo o seu tempo de vida.

As primeiras imagens que nos chegam de Dr. Edme Tavares, ainda muito jovem começando nas lides do Jornalismo lá pelo final dos anos 70 quando ele já pontificava como liderança política, ora como chefe da Casa Civil, ora parlamentar estadual e, enfim, pelo mérito da representação legítima e devota lembro dele como um dos mais eficazes deputados federais da Paraíba.

De seu tempo, em Brasília, as recordações são as melhores possíveis porque um parlamentar representante de sua sociedade não poderia fazer mais do que Edme se dispôs a fazê-lo em toda sua trajetória. Ele era, por assim dizer, um autêntico representante do povo paraibano sem nunca ter transformado seu mandato em um gabinete de negócios.

Em sendo assim, posto que a História haverá de resguardar este componente distinto de Edme Tavares, não vislumbro ainda hoje depois que ele se afastou das lides políticas um parlamentar federal capaz de produzir mais ações em favor de Cajazeiras do que o irmão de Reginaldo Tavares.

São inúmeras, incontáveis e distintas as ações parlamentares do ex-deputado federal que, se um dia alguém pudesse interpretar essa dedicação incomum, não seria absurdo chamá-lo para sempre de Dr Edme Tavares de Cajazeiras.

Que Deus o guarde em bom lugar.

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *