TAC que determina repasse da Prefeitura de Cajazeiras para o HUJB termina dia 27

29
Até o momento a UFCG não se manifestou sobre o assunto
Até o momento a UFCG não se manifestou sobre o assunto

A Universidade Federal de Campina Grande deverá assumir a partir do mês de fevereiro todos os custeios com o Hospital Universitário Júlio Bandeira – HUJB. É que o TAC – Termo de Ajustamento de Conduta celebrado entre a Prefeitura Municipal de Cajazeiras e a Universidade Federal de Campina Grande- UFCG, termina no próximo dia 27 de janeiro.Este prazo já foi prorrogado por um ano, já que encerrou em 2013.

A população está preocupada para saber como ficará a partir de fevereiro já que o município não terá mais a responsabilidades em repassar os recursos de custeio e de pessoal de atividades fins(médicos, enfermeiros, técnicos), que vem fazendo.

Até o momento a UFCG não se manifestou sobre o assunto e nem tão pouco comunicou ao município qual a decisão tomada quanto a contratação dos profissionais.

Atualmente a Prefeitura repassa para a casa de saúde cerca de R$ 200 mil mensais, o que não poderá acontecer a partir de fevereiro, pois não foi inserido este recurso na LOA 2014, tendo em vista o fim do TAC.

A prefeita Denise Albuquerque tem demonstrado preocupação com a falta de comunicação e de resolução do problema, porque segundo a gestora a população não pode ficar desassistida e a Prefeitura não terá como continuar efetuando o repasse tendo em vista que o Hospital foi federalizado, com isso tira da responsabilidade do município do repasse.

A Prefeitura de Cajazeiras já autorizou o Ministério da Saúde repassar mensalmente os recursos dos atendimentos feitos a população cajazeirense, restando agora a Universidade assumir definitivamente a casa de saúde, já que a administração já vem sendo da UFCG desde a doação que ocorreu em maio de 2012.

Com o contrato, com validade de 12 meses, o município repassa mensalmente à unidade hospitalar R$ 55 mil do Sistema Único de Saúde (SUS), pela realização de três mil atendimentos e 60 internamentos pediátricos, totalizando R$ 660 mil por ano.

O HUJB dispõe de 25 leitos e passa por reformas e ampliação de suas dependências, com a construção de 31 leitos, que serão destinadas a serviços de atenção à saúde da mulher, com atendimentos de Obstetrícia e Ginecologia.

SECOM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.