Cajazeiras-PB, 20/10/2017

Sudene libera R$ 387 milhões para o projeto da Fiat

FIAT

Essa é primeira parcela de recursos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE) para o projeto. O repasse foi feito através do Banco do Brasil, agente operador do Fundo.

O projeto contará com investimentos totais de R$ 7,2 bilhões, dos quais o FDNE participa com R$ 1,9 bilhão. De acordo com informações da Diretoria de Gestão de Fundos e Atração de Investimentos da Sudene, a empresa sinalizou que pretende solicitar uma nova liberação ainda neste exercício.

O titular da Diretoria, Henrique Tinoco, celebra, ainda, esse desembolso, como o primeiro do Fundo após a sua financeirização, o que “permite a alocação dos recursos ao projeto, de forma ágil e de acordo com a necessidade do projeto”, trazendo mais confiabilidade aos investidores em terem o FDNE como opção de funding aos seus projetos..

O projeto inclui, além da fábrica de automóveis e motores, campos de provas, centros de desenvolvimento tecnológico e de capacitação profissional. Serão produzidos em torno de 250 mil automóveis por ano, com previsão de geração de 4,5 mil empregos diretos e 12.000 indiretos.

“A fábrica da Fiat em Pernambuco além de se apresentar como a segunda unidade fabril da montadora no país, traz o que há de mais moderno em seu setor, descentralizando sua produção no Brasil e trazendo para a Região Nordeste inúmeros benefícios econômicos e sociais, como a atração de novas indústrias fornecedoras e a capacitação técnica de um grande contingente de profissionais, tendo um efeito multiplicador na geração de emprego e renda”, portanto com efetiva contribuição para o desenvolvimento regional, papel desta autarquia, enfatizou o superintendente da Sudene, Luiz Gonzaga Paes Landim.

O NORDESTE

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *