Cajazeiras-PB, 18/11/2017
HOME » OBA-OBA » Rotary Club de Cajazeiras empossa novo presidente e Conselho Diretor

Rotary Club de Cajazeiras empossa novo presidente e Conselho Diretor

DSC_0810_800x531

O empresário João Eudes Formiga Cartaxo tomou posse como presidente do Rotary Club de Cajazeiras em solenidade prestigiada no sábado, 11. Ao lado da nova presidente da Casa da Amizade, Elsa Maria Maia Cartaxo, assume para o Ano Rotário 2015/2016. Confira a íntegra do discurso de posse:

Minha saudação à mesa diretiva; Excelentíssimas autoridades aqui presentes;

Companheiros e Companheiras Rotaractianos, Interactianos, Governador Assistente, Família querida, convidados.

Senhores e senhoras… Meu cordial boa noite!

É chegado o meu maior e mais especial momento como integrante do Rotary Clube de Cajazeiras e, por isso, cumpre-me externar a minha emoção e a minha mais profunda gratidão aos companheiros e companheiras que me distinguiram, confiando-me a honrosa, dignificante e imensa responsabilidade de conduzir as ações e desafios de uma gestão que se estenderá até julho de 2016.

Aqui estou pela confiança que vocês demonstraram, ao inverter minha posição de membro coadjuvante, para protagonista da história deste clube.

O momento faz-me voltar à memória uma trajetória iniciada por meu saudoso pai, Eudes Cartaxo, cujos ideais rotários eram visíveis e reconhecidos, porque sua dedicação a este clube fora projetado pelo constante amor, dedicação, estímulo e motivação, virtudes que me incentivaram a aceitar seu convite, integrando-me e procurando dar continuidade ao grande entusiasmo que ele tinha em servir.

Confesso que tento me alimentar daquelas virtudes do meu querido pai e que procuro incluir em meus propósitos o zelo e o desejo que ele manifestava pelo engrandecimento e valorização da imbatível máxima de “Dar de si antes de pensar em si”.

Não envidarei esforços, no sentido de trabalhar em constante harmonia com os companheiros e companheiras, priorizando as diretrizes do Plano Estratégico adotado pelo Conselho Diretor, cujas ferramentas haverão de se tornarem essenciais, para o cumprimento das metas e para a continuidade da prestação de serviços, companheirismo, diversidades, integridade e liderança, visando ao fortalecimento dos valores deste Rotary Clube e com o sentimento constante de vivê-lo, de respirar seu lema e de buscar algo mais: mais dignidade, mais esperança, mais cidadania…

Para isso, lembremo-nos sempre de que temos compromissos a cumprir e de que esses compromissos começam com o simples ato de comparecermos às reuniões, de nos doar mais e de nos motivar melhor, para atingirmos o índice mais elevado de frequência possível. Afinal, aqui estamos para alcançarmos o sucesso pretendido, fazendo bom uso do tempo e tornando-o adequado e eficiente. Aqui estamos, para fazermos a diferença em nossas vidas e nas vidas daqueles a quem serão destinados os nossos esforços e os nossos serviços.

Valho-me do fragmento de um belo texto de Cora Coralina para esta minha primeira mensagem como presidente:

“Não sei se a vida é curta ou longa demais para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido se não tocarmos o coração das pessoas… isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira e pura.”

Das palavras da grande poetisa, extrai-se que o ponto alto da vida não está, ao contrário do que pensamos, nos muitos anos de vida que nos são permitidos viver, mas nos impactos positivos que possamos ter na vida dos nossos semelhantes, pois nada vale a pena se não servirmos e se não tocarmos os corações das pessoas.

Digo-lhes mais: A cada momento, podemos viver de modo intenso, construindo um legado e tendo por foco o amor ao próximo, para que, de algum modo, possamos provar e justificar a nossa presença na terra. Ao abrirmos mão, por pouco que seja, de nós mesmos e nos dedicarmos ao servir, teremos a certeza de nos encontrar fazendo parte da construção de um mundo melhor.

É certo que todos nós temos algo a oferecer. Portanto, companheiros e companheiras, meu objetivo não é listar promessas, não é elencar ações, mas destacar, remarcar e ressignificar as razões de estarmos aqui.

Nesse sentido, Mahatma Gandhi sugere: “Pegue um sorriso e doe-o a quem jamais o teve… Pegue a bondade e doe-a a quem não sabe doar… Descubra uma fonte e faça banhar-se quem vive no lodo… Descubra o amor e faça-o conhecer ao mundo.”

Concluo, conclamando a todos: “SEJAMOS UM PRESENTE PARA O MUNDO!”

                                                                                                                   Obrigado”

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *