Cajazeiras-PB, 14/12/2017
HOME » COLABORADORES » [RAFAEL HOLANDA] O glorificar da vida

[RAFAEL HOLANDA] O glorificar da vida

001

Glorifiquemos sempre por mais um dia vencido, por ações que foram capazes de sossegar o corpo e espírito mesmo diante das coisas que flutuam entre o céu e a terra com a finalidade de apenas sentir a dor permanente
Glorifiquemos pelo pão, pela água que saciou a sede, pelo abraço que espantou as infinitas ações que se portam de tal maneira, com intuito maior de trazer a intensa tristeza onde apenas habitava o sorriso.

Glorifiquemos pelo gesto simples que encantou a tantos, sem a necessidade de se tornar palco para que a platéia notifique o gesto, e divulgue coisas que deveriam fazer parte de atos anônimos tão comuns nos bons homens.

Glorifiquemos pelo dia, pela luz que transforma a fotossíntese um palco verde de esperança, e serve de rações para todos os animais, pela flor se abre de forma viçosa e emite o seu cheiro para perfumar a brisa que passa suavemente.

Glorifiquemos pelos rios e mares que com suas vegetações se tornam alimentos para os animais aquáticos trazem farturas aos que vivem na miséria em mocambos localizados em ribeirinhas, mas têm a dignidade do dormir em paz.

Glorifiquemos pela mão que se doa de forma simples para com afeto acalmar um quadro depressivo ou buscar em locais que atritam a fome e o abandono, com a finalidade de produzir a sua fé a força necessária quem se posta de joelhos.

Glorifiquemos por aqueles que dividem as suas pequenas coisas, não buscam com isso receber agradecimentos, pois suas forças espirituais superam em muito as poucos que creditam a matéria o que é capaz de sustentá-los.

Glorifiquemos pela bondade, por aqueles que se entregam de corpo e espírito a bandeira de desbravarem os caminhos escuros sem saídas ou retorno, para num gesto sem igual destituírem a as injustiças e libertarem dos grilhões da miséria.

Glorifiquemos pelos que ouvem compreendem e após estudos minuciosos são capazes de orientar a ponta que mostra o caminho da fé, pelos os que, apenas falam palavras de estímulos com a finalidade de desmistificar a dúvida.

Glorifiquemos pelas coisas  que acreditamos sem a necessária prova, por tudo que passeia em forma de sabedoria pelos livros do Senhor, pelo canto da alegria formada com letras que acalmam as tempestades e aliviam o turbilhão.

Glorifiquemos por nossa  família a peça primordial da engrenagem que montamos e tentamos todos os dias que a mesma funcione, para que possamos ganhar o mundo em busca de coisas que possam nos mostrar a estrada da verdade.

Glorifiquemos para que magoa não bata a nossa porta, e nem que o sussurro do mal tente acampar entre os seus alunos, os nossos filhos, que crescem de forma rebeldes, sem compreenderem o resultado de sua dor.

Glorifiquemos para que não possamos cair em tentação, pois  na realidade ninguém resgata uma divida ao preço de uma queixa inútil,que possamos reconsiderar a própria falta, reajustando o caminho sem vaidade.

SOBRE RAFAEL HOLANDA

RAFAEL HOLANDA

Médico e escritor. Reside em Campina Grande-PB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *