Cajazeiras-PB, 14/12/2017
HOME » ALMANAQUE » Professora Nicinha Holanda

Professora Nicinha Holanda

nicinha2

A professora Cleonice Rodrigues Holanda, conhecida por todos como Nicinha, era natural da cidade de Conceição e residente em Cajazeiras, há muito tempo, cresceu e recebeu os primeiros ensinamentos na terra do Padre Rolim. Foi aluna do colégio do padre-mestre e depois formou-se pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras. Terminou o Curso de Licenciatura Plena em História, pela FAFIC, em 1977.

O Magistério – A profissão de educadora foi abraçada por Nicinha Holanda ainda muito jovem. Foi diretora da Escola Pedro Américo, no período de 1948 a 1974, chegando a se aposentar nessa função por tempo de serviço. Nessa mesma escola, foi professora primária. Foi professora de 1º e 2º graus no Colégio Nossa Senhora de Lourdes, ensinando as disciplinas de História do Brasil, História Geral e OSPB. Pertenceu ao corpo docente do Colégio Diocesano Padre Rolim, ensinando no primeiro grau.

Concursada para a rede estadual de ensino, foi colocada à disposição da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Cajazeiras, onde atuou como professora assistente de História do Brasil e Medieval da referida instituição de ensino superior.

Por último, encerrou a carreira docente como professora nível, I retide da Universidade Federal da Paraíba, Campus de Cajazeiras. Durante 12 anos, Nicinha Holanda fez parte do corpo docente do Curso de História da UFPB, no Centro de Formação de Professores de Cajazeiras, que atualmente pertence a Universidade Federal de Campina Grande.

Aposentada e muito feliz pela colaboração que deu ao ensino de Cajazeiras, Nicinha Holanda revelou que um dos maiores prazeres de sua vida é se reencontrar e conversar com os ex-alunos. “É motivo de muita alegria, e satisfação. É uma realização”, falava muito emocionada das saudades que sente dos tempos de professora.

Ela admitia que a profissão é muito espinhosa, difícil, mas tem o seu lado bonito e prazeroso, que é o de educar e formar para a vida. Os educadores, segundo afirmou, conduzem os jovens para um ideal, preparando-os para um futuro brilhante.

Nicinha Holanda citava o monsenhor Luiz Gualberto de Andrade como um exemplo de educador dedicado, que ao longo dos tempos, tem honrado as tradições culturais, educacionais e religiosas da terra do Padre Rolim. “Foi por intermédio dele que ingressei na Universidade Federal da Paraíba. Ele foi muito importante para o meu sucesso profissional e para a minha felicidade. É um exemplo de vida para as novas gerações”, dizia.

A professora Nicinha Holanda faleceu em 1º de maio de 2014, aos 90 anos.

COM INFORMAÇÕES DO GAZETA DO ALTO PIRANHAS

SOBRE Gazeta do Alto Piranhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *