Cajazeiras-PB, 19/11/2017
HOME » PARAÍBA » Prefeitos são investigados por uso irregular de máquinas do PAC na Paraíba

Prefeitos são investigados por uso irregular de máquinas do PAC na Paraíba

155179,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0

A Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário na Paraíba realiza, a partir desta segunda-feira (17), diligências para apurar o uso irregular das máquinas doadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). A suspeita é de que gestores de pelo menos trinta prefeituras sertanejas estejam cometendo as irregularidades. Essas diligências serão realizadas para cumprir recomendações do Ministério Público Federal do município de Patos.

As máquinas, que foram doadas para serem utilizadas em obras de interesse social, para a promoção da agricultura familiar e reforma agrária, recuperarem estradas vicinais para escoamento da produção e circulação de bens na zona rural e ajudar os municípios do semiárido a enfrentarem os problemas da estiagem, estavam sendo usadas de forma irregular e em benefício próprio de algumas prefeituras.

Segundo o delegado federal do Desenvolvimento Agrário na Paraíba, Gonzaga Júnior, essas ações são de grande importância para o cumprimento do objetivo do PAC 2. “A recomendação do Ministério Público Federal fortalece nossa ação, pois já vinha sendo desenvolvida quando havia denúncia. Sendo que o cidadão comum, principalmente do campo, geralmente não tem acesso a essas informações e acaba tendo seus direitos negados. Faremos diligências em todas as cidades dessa jurisdição do MPF de Patos, de modo que essas máquinas cumpram a sua finalidade no apoio aos agricultores familiares melhorando a infraestrutura do campo. Onde, se porventura, ela não estejam sendo utilizadas conforme o Termo de Doação assinado pelos prefeitos de cada município, recomendaremos o princípio da reversão a Coordenação Nacional do PAC 2 e as máquinas terão que ser devolvidas”, afirmou.

PORTAL CORREIO

SOBRE Portal Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *