Polícia Federal vai investigar caso dos servidores codificados do Governo do Estado


Em busca da verdade dos fatos, a diretoria do Sindifisco-PB encaminhou à Polícia Federal a lista dos trabalhadores estaduais codificados, disponibilizada ao sindicato pelo Tribunal de Contas do Estado.

O Sindifisco-PB também enviou ao Tribunal de Contas ofício no qual solicita daquele órgão fiscalizador informações auditadas da folha de pagamento de janeiro de 2013 a dezembro de 2016, com detalhadamento de local de trabalho, CPF, nome, cargo, valor bruto, descontos e valor líquido dos trabalhadores codificados, prestadores de serviço e comissionados não efetivos lotados em todos os órgãos estaduais.

Disponibilizados pelo Tribunal de Contas do Estado ao Sindifisco-PB, a lista dos codificados revela números alarmantes. Até novembro de 2015, informação mais recente disponibilizada pelo TCE, exatos 8587 servidores codificados custavam mensalmente aos cofres públicos quase R$ 24 milhões. Os recordistas em contratações são o Hospital de Trauma de Campina Grande (740 codificados), Complexo de Pediatria Arlinda Marques, em João Pessoa (490 codificados), Hospital e Maternidade Santa Filomena, em Monteiro (478 codificados), Hospital Edson Ramalho, em João Pessoa (451 codificados), além do Hospital Regional Deputado Janduhy Carneiro (404 codificados) e Hospital Infantil Doutor Noaldo Leite (312 codificados), ambos localizados no município de Patos.

São 8585 servidores codificados que juntos custaram aos cofres do Estado exatos R$ 23.855.133,07. Do total 128 recebem salários de até R$ 23,5 mil, outros 108 recebem salários de até R$ 20 mil, e mais 189 codificados com salários de até R$ 15 mil. 

A Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba declarou à imprensa que a lista referente ao mês de novembro de 2015, não corresponderia com a base correta dos dados oficiais. Segundo a secretaria, há inconsistências e duplicação dos valores referentes aos salários pagos, o que teria elevado, na lista divulgada, o total dos pagamentos em mais de R$ 8 milhões.

COM INFORMAÇÕES DO PARAÍBA RÁDIO BLOG

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *