Paraíba tem déficit habitacional de 111 mil domicílios


casebre

A Paraíba tem um déficit habitacional de 111.895 domicílios, segundo um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Os números são de 2012. Elaborado com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-2012), a pesquisa mostra que o estado tem o 4º maior índice do Nordeste, de 9,5%, empatado com Alagoas. O índice é calculado com base no total de domicílios.

Apesar do número alto, houve uma queda em relação a 2007 tanto no número absoluto quando no índice. Na ocasião, o déficit era de 112.569, o equivalente a 11% do total. A queda foi de apenas 0,6% em números absolutos.

Porém, se forem comparados os números de 2011 para 2012, a queda foi bem maior. Em 2011 o déficit chegou a 122.485 domicílios, quase 10 mil a mais que em 2012. O índice era de 10,3%.

No detalhamento dos componentes do déficit habitacional, a pesquisa encontrou, em 2012, precaridade (rústicos ou improvisados) em 16.507 domicílios. Além disso, foram 47.095 com coabitação (famílias conviventes com a intenção de se mudar ou residentes em cômodos), 44.015 com ônus excedente de aluguel e 5.502 com adensamento excessivo em imóveis locados (aqueles com mais de três habitantes utilizado o mesmo cômodo).

Em relação a 2007, houve queda na precaridade (20.425 na ocasião), na coabitação (59.373) e no adensamento (8.550). Apenas o ônus excedente de aluguel teve um aumento. O total, em 2007, era de 26.121.

G1

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *