Paraíba deve receber tecnologia que pode revolucionar indústria

24
Rômulo Gouveia discutiu o desenvolvimento do Hidroximetilfurfural na PB
Rômulo Gouveia discutiu o desenvolvimento do Hidroximetilfurfural na PB

O vice-governador Rômulo Gouveia discutiu, nesta quarta-feira (8), com cientistas, agricultores e empresários a implantação da tecnologia de desenvolvimento do Hidroximetilfurfural (HMF) no Estado. A expectativa é que a Paraíba possa ser pioneira no Brasil na produção de HMF para indústria de plásticos.

O objetivo do encontro foi discutir uma tecnologia alemã para extrair a substância da cana de açúcar. O entendimento é que sendo a glicose o principal carboidrato produzido durante a fotossíntese e uma fonte primária de energia para a maioria dos seres vivos e para o corpo humano, torna-se um dos principais candidatos a substituto do petróleo como fonte abundante de combustíveis, plásticos e outros produtos. Essa é a meta da produção, em escala, do HMF. O Hidroximetilfurfural pode ser utilizado na indústria plástica e de tintas por exemplo.

O vice-governador disse que a tentativa é de trazer o estudo para o desenvolvimento do HMF para Paraíba, atraindo novos investimentos e postos de trabalhos no Estado com o aproveitamento da grande produção de cana na Paraíba somando-se a produção de Hidroximetilfurfural.

Ainda participaram do encontro o presidente da Asplan, Murilo Correia, um consultor de investimentos da Alemanha, Tobias Hoffmam, um consultor de investimentos africano, Kevin Nono e outros membros da diretoria da Associação.

ASSESSORIA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.