Cajazeiras-PB, 21/10/2017

Paciente aparece machucada no Hospital Regional de Cajazeiras e caso vai parar na delegacia

paciente

A reportagem da TV Diário do Sertão foi procurada pela senhora Maria Aparecida esta semana, que denunciou o fato de ter aparecido um machucado no pé esquerdo de sua mãe, internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional de Cajazeiras há 36 dias.

Segundo Maria, o pé de sua mãe que está em coma, parece ter sido perfurado com uma caneta. “Eu entendo que esse é um procedimento feito pelos médicos para testar reação do paciente, mas não com uma caneta e não para machucar”, disse ela.

Maria Aparecida levou o caso para a Ouvidoria do HRC e fez um Boletim de Ocorrência na Delegacia. Ela pretende procurar a Defensoria Pública para resolver o caso na justiça.

O outro lado – Procurada pela reportagem da TVDS, a diretora do HRC, Edjane Leite, se limitou a dizer que o fato ocorreu devido à realização de um procedimento padrão que busca estimular a reação do paciente.

Edjane disse que está encaminhando o laudo da paciente da UTI para o delegado responsável pelo caso e afirmou que o laudo demorou a sair porque foi feito por dois médicos que não atuam na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital. “Buscamos outros médicos para dar mais imparcialidade ao laudo”, explicou ela.

COM INFORMAÇÕES DO DIÁRIO DO SERTÃO

SOBRE Diário do Sertão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *