Cajazeiras-PB, 16/12/2017
HOME » POLÍTICA » Os detalhes do acordo que selou a aliança entre Ricardo e Cartaxo

Os detalhes do acordo que selou a aliança entre Ricardo e Cartaxo

rc_cartaxo

Passados dez dias das eleições para governador na Paraíba, o Blog do Gordinho obteve, com absoluta exclusividade, informações sobre o acordo que selou a tão inesperada aliança entre o governador reeleito Ricardo Coutinho (PSB) e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT). E essas negociações foram desde o apoio de Cartaxo a Ricardo, até a renúncia do prefeito, caso ele seja reeleito em 2016.

E, diferente do que todos imaginavam, a união do socialista com o petista não deve ser momentânea, já que os dois líderes políticos foram bem longe nas negociações para fechar esse acordo.

Um petista que participou de todas as articulações revelou, com detalhes, ao Blog do Gordinho todos os bastidores da negociação.

O primeiro acordo firmado foi que o prefeito Luciano Cartaxo apoiaria a reeleição de Ricardo Coutinho (PSB). Essa etapa da negociação já foi cumprida a risca pelo gestor pessoense que desde o primeiro turno trabalhou e colocou seu partido para trabalhar em benefício da candidatura do governador.

A surpresa da aliança vem agora. Segundo a fonte que revelou os detalhes do acordo, a chapa para disputar a prefeitura da Capital já estaria fechada e, com base nesse pacto, o candidato será novamente Luciano Cartaxo tendo como candidata a vice, nada mais nada menos, que a deputada estadual eleita, Estela Bezerra (PSB), a mais votada este ano em João Pessoa, conforme lembrou a fonte.

Mas quem pensa que o acordo terminou por aí se engana. O pacto ainda superou todas as expectativas políticas e da população.

De acordo com as informações exclusivas do blog, todas as negociações passam também pela renúncia de Cartaxo em abril de 2018. Segundo a fonte, o acordo é para, caso o prefeito seja reeleito, ele renunciar em 2018 para disputar o governo do estado e deixar Estela como prefeita da Capital.

Todo o desenrolar do acordo mostra que a aliança deve mesmo ser duradoura, desde que o que ficou acordado seja cumprido por ambas as partes.

BLOG DO GORDINHO

SOBRE Blog do Gordinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *