Cajazeiras-PB, 21/10/2017

O “Almanaque do Sertão” de Chico do Rádio

almanaque-do-sertao-2011

2001, um ano de contrastes… Assim o editor e produtor Francisco de Assis Gomes, o Chico do Rádio, apresentava a “primeira edição do terceiro milênio” do seu Almanaque do Sertão, com tiragem de 6 mil (!) exemplares e circulação no Vale do Piancó, Alto Piranhas, Rio do Peixe, Centro Sul do Ceará, Ponto de Cém Réis em João Pessoa, Juazeiro do Norte e Canindé, no Ceará.

O almanaque faz jus ao nome. Chico profetiza sobre o período chuvoso – “é um ano mediano regular e mais ou menos bom”, analisa as condições atmosféricas planetárias, discorre sobre hortaliças transgênicas, dá orientações ao trabalhador rural, fala das ciências ocultas, dá dicas de alimentação e a previsão do tempo para todo o ano de 2001!

Incansável, o astuto produtor também fala dos recursos naturais, notadamente da água. Ensina a fazer remédios caseiros para diversos males, como excesso de gases: “tomar chá de alfazema brava depois das refeições”.  E também apresenta superstições e curiosidades sertanejas: “comer cabelouro atrás da porta, faz ficar bonita”. Ah!, tem também o horóscopo anual, poesia popular, orações, homenagens aos mortos, aos vivos e aos muito vivos.

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *