Cajazeiras-PB, 19/11/2017
HOME » COTIDIANO » Nível do reservatório de Boqueirão de Piranhas continua caindo

Nível do reservatório de Boqueirão de Piranhas continua caindo

O nível do açude Engenheiro Avidos (Boqueirão de Piranhas) continua muito crítico, e água utilizada para o abastecimento de Cajazeiras já é do seu volume morto. Com capacidade para 255 milhões de metros cúbicos, o manancial responsável pelo abastecimento de Cajazeiras e Sousa, está com uma reserva de pouco mais de 9%.

De acordo com as últimas informações postadas pela Agência Executiva de Gestão das Águas na Paraíba (Aesa), Engenheiro Avidos terminou o mês de janeiro com 24 milhões, 361 mil metros cúbicos, o que representa apenas 9,6% de sua capacidade de armazenamento. Só em janeiro, o reservatório perdeu cerca de um milhão de metros cúbicos.

O agrônomo Adalberto Nogueira tem sustentado que a reserva é bem menor do que essa que está sendo divulgada pelos órgãos oficiais. Segundo ele, os dados apresentados não têm levado em consideração o assoreamento do reservatório. Na sua avaliação, Boqueirão de Piranhas está com mais ou menos 16 milhões de metros cúbicos.

Para o agrônomo, que é um profundo estudioso no assunto, se não houver recarga até o próximo mês de março, a pouca reserva de Boqueirão de Piranhas não terá mais condições de consumo, o que provocará um colapso no abastecimento de Cajazeiras.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS

SOBRE Gazeta do Alto Piranhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *