Cajazeiras-PB, 19/11/2017
HOME » PARAÍBA » Mulher mata irmão para ficar com herança e enterra corpo no quintal de casa

Mulher mata irmão para ficar com herança e enterra corpo no quintal de casa

mulher-mata-irmao

A ambição de não querer dividir o valor de uma casa deixada por herança é o motivo apresentado pela Polícia Civil para incriminar Carlita de Sousa Senna Abdias, 50 anos. Ela é acusada de ter matado o próprio irmão de 59 anos decapitado e enterrado o corpo dele, no quintal de sua residência, no bairro das Malvinas, em Campina Grande. O crime foi descoberto na tarde deste domingo (5) e ainda deixa a população desacreditada.

Segundo a polícia, após matar o irmão Carlos Augusto Abdias, a acusada enterrou a cabeça dele em um local e o corpo em outro, mas acabou deixando uma das mãos da vítima descobertas. O cadáver só foi encontrado depois que algumas crianças, que estavam brincando pelo local, viram a mão do homem fora da terra. A casa fica localizada na rua da Umburanas.
A própria acusada chamou a Polícia Militar através do disque 190 para informar do encontro do irmão, que segundo os familiares estava desparecido desde o último dia 26 de setembro. O delegado responsável pelo caso, Francisco de Assis, pediu que a mulher fosse encaminhada para a delegacia para prestar depoimento e lá foi descoberta a autoria.
A acusada e vítima, que era portador de necessidades especiais, moravam na mesma casa. O imóvel foi deixado der herança e deveria ser vendida para que o valor fosse dividido entre os irmãos. “A mulher ainda nega a autoria do crime, mas não soubr dizer o que teria acontecido para que o irmão fosse morto e enterrado na casa dela, sem que ela percebesse durante esses dias”, disse o delegado.
Carlita de Sousa Senna Abdias está presa na carceragem da Central de Polícia, no bairro do Catolé e deverá ser encaminhada para o Presídio Feminino de Campina Grande.
JORNAL DA PARAÍBA

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *