Madre Maria Bernadete


A Madre Maria Bernadete de Jesus, nasceu em 22 de julho de 1918, na cidade paraibana de Cajazeiras, sendo filha do casal Manoel Francisco de Figuerêdo e Francisca Maria de Figuerêdo, onde morou no Sítio Boi Morto e, oportunamente, na Rua Santo Antônio.

Desde cedo, a Madre Maria Bernadete trouxe dentro de si um grande anseio: doar sua vida ao Cristo sumo e eterno sacerdote e com Ele e por Ele se imolar pelo sacerdócio ministerial.

Iniciou sua vida religiosa nas Carmelitas, no Monte Carmelo em Cajazeiras, onde exerceu a função de missionária, professora, superiora e diretora de algumas casas; como não poderia deixar de citar a cidade Itaporanga e Princesa Isabel, na Paraíba, onde fez história.

Ao sair de sua terra natal, foi acolhida pela Diocese do Rio de Janeiro por Dom Jaime de Barros Câmera, o qual viu os sinais que a irmã e suas companheiras apresentavam de imolar suas vidas pela santificação dos sacerdotes e acolheu-as durante anos.

Fundou o Instituto de Nossa Senhora do Bom Conselho em 1964, no palácio São Joaquim, diocese do Rio de Janeiro, onde foi o berço do instituto.

 

Além da ligação com a espiritualidade das Irmãs Carmelitas, teve também com os Jesuítas e a Diocese do Rio de Janeiro onde viveu muitos anos, hoje vive na casa mãe em Maricá (RJ).

As irmãs do Bom Conselho, congregação fundada e dirigida por Madre Maria Bernadete até hoje prestam relevante serviço social às pessoas carentes – crianças, idosos e doentes, no Rio de Janeiro e em vários estados que contam com  a presença do Instituto de Nossa Senhora do Bom Conselho.

Esta mulher destemida, aberta aos sinais do tempo, inspirada no evangelho de João capítulo 17 versículo 19: “Por eles eu me consagro”.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *