Cajazeiras-PB, 22/10/2017

Lojistas de Cajazeiras acreditam em queda nas vendas para o final do ano

COMERCIO DE CZ_663x424

O comércio de Cajazeiras já a expectativa da movimentação de final de ano, com a realização das festas de Natal, o que normalmente gera aquece as vendas e gera novos empregos temporários. Este ano, entretanto, os lojistas esperam um movimento bem inferior ao ano passado. Essa é a avaliação do empresário Rubismar Marques Galvão, compartilhada, segundo ele, com outros lojistas da cidade.

Membro da diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Rubismar Galvão justifica sua avaliação negativa, afirmando que o país vive um momento de crise econômica, com aumento de preços, o que contribui para uma retração nas vendas. “As pessoas têm medo de comprar em períodos de crise. Já podemos constatar isso este mês. Aliás, o mês de novembro funciona como um termômetro. Os sinais não são bons”, disse.

Rubismar Galvão afirmou que, normalmente, as vendas crescem em dezembro em torno de 50% em relação aos outros meses do ano, porque há mais dinheiro circulando com o pagamento do 13º salário, mas este ano, dificilmente, se atingirá esse patamar.

Com essa possibilidade de queda nas vendas, este ano, também diminui a capacidade de oferta de empregos. “É uma consequência natural”, afirma o empresário, argumentando que esse atual quadro vivido pelo comércio cajazeirense reflete decisivamente em praticamente todos os setores da economia local e regional.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS

SOBRE Gazeta do Alto Piranhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *