Cajazeiras-PB, 20/10/2017

José Aldemir denuncia Ricardo Coutinho por perseguição política e descaso

ze aldemir mar 2012

O deputado estadual José Aldemir (PEN) ocupou a tribuna da Assembléia Legislativa na sessão desta terça-feira (03) para denunciar perseguição política e descaso do Governo do Estado com a saúde pública no Sertão paraibano. Segundo o deputado, é grave a situação em que se encontra o Hospital Capitão João Dantas Rothea, unidade hospitalar de notável importância à assistência médica daquela região.

José Aldemir explicou que por sua inquestionável importância e atuação, desenvolvida por quase três décadas no atendimento ambulatorial e hospitalar à população, mediante convênio com a Associação de Proteção à Maternidade e Assistência à Infância, com sede em São João do Rio do Peixe, a unidade hospitalar Capitão João Dantas Rothea superou dificuldades de gestão financeira, expandiu o contingente de profissionais e o número de leitos, exibindo naquela fase reconhecida prestação de serviços. Porém, segundo ele, o governo estadual não renovou o tão necessário pacto, sob o argumento de somente poder fazê-lo com a municipalização do Hospital Capitão João Dantas Rotheas.

Ainda segundo José Aldemir, o deplorável desculpa à repactuação do convênio é de natureza única e eminentemente, política, no intuito de iludir o povo, sob falsos e insustentáveis fundamentos.

“Gestões mal disfarçadas como esta, decorrentes de propósitos eleitorais inconfessáveis e egoístas, revelam a todo instante, a pequena estatura interior de um governante que se diz republicano, chefe de um governo onde tudo se encontra, menos o verdadeiro espírito público na construção do bem comum”, disparou.

Para José Aldemir, atitudes omissas assim demonstradas trazem conseqüências muito mais sérias e gritantes à população usuária e carente atingida do que à pequena parcela de políticos perseguidos. “Registro, e não calarei enquanto não prevalecer o bom senso, a altivez e a grandeza administrativa à vida humana, enfim acima de quaisquer arrumação e conchavos políticos, o desesperado clamor dos irmãos do berço natal, terrivelmente punidos pela mão de quem deveria conceder o beneficio de um hospital que, realmente de bom e louvável, hoje, só tem o passado a recordar”, concluiu o parlamentar.

ASSESSORIA

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *