Homicídios na Paraíba cresceram 286% em 10 anos


homicidio3

Um levantamento realizado pelo Núcleo de Estudos da Violência (Nevu) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) aponta um crescimento de 286% do número de homicídios na Paraíba nos últimos 10 anos.

Cruzando dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o professor José Maria Nóbrega, que coordena o Nevu, constatou ainda que os quatro maiores municípios do estado (João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita e Patos) concentram 61% dos assassinatos.

De acordo com o estudo, a taxa de homicídios alcançou números preocupantes nas quatro cidades, especialmente em João Pessoa, que passou dos 31,94 assassinatos por cem mil habitantes, em 2000, para 68,42, em 2010, e Santa Rita, que dos 25,89 em 2000, saltou para assombrosos 82,29 em 2010. A taxa nacional de homicídios é de 25,8.

“Ocorreu uma verdadeira explosão dos homicídios na última década, com destaque para os anos de 2008, 2009 e 2010, quando os números superaram a cifra de mil mortes por agressão”, alerta o pesquisador, apontado um descontrole da violência homicida no estado.

Veja aqui os números da pesquisa.

Nevu – O Núcleo de Estudos da Violência da UFCG funciona no Centro de Desenvolvimento do Semiários (CDSA), campus de Sumé. Tem por objetivo estudar e analisar os fenômenos sociais, econômicos, culturais e institucionais da violência, focando nas suas relações causais, na sua dinâmica e nas políticas públicas para a resolução dos problemas sociais gerados pelos conflitos violentos no Nordeste.

CLICKPB

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *