Cajazeiras-PB, 24/11/2017
HOME » NORDESTE » Falta de investimento público fecha dois museus no Crato

Falta de investimento público fecha dois museus no Crato

museu-crato_800x600

O museu de Artes Vicente Leite e o Museu Histórico do Crato continuam fechados. Já são quase cinco anos sem funcionamento. A secretária de Cultura do município, Dane de Jade explica estar aguardando a liberação de um recurso obtido através do edital do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Ela justifica que “depois de tantos anos fechado e sob condições precárias, optamos por reabri-lo e devolvê-lo a população em condições dignas”.

Dane diz que está sendo elaborando o projeto museográfico, inventariando e catalogando todas as peças dos dois museus e realizando importantes articulações institucionais para que no retorno de seu funcionamento todos os processos mu-seológicos sejam devidamente cumpridos.

Nesse processo, segundo ela, há um conjunto de situações complexas. A primeira é a atual  impossibilidade de terem uma equipe técnica qualificada, prioritariamente, na área da Museologia; a burocracia em torno de processos licitatórios e estabelecimento de convênios; e o estado precário em que esses equipamentos foram recebidos pela atual gestão. “A soma desses fatores torna a resolução lenta e morosa. Para quem está de fora, o julgamento natural é o de que nada está sendo feito”, disse.

Agravante

Outro agravante da situação, conforme lembra, é que além de são poucos os canais de investimentos, por conta do período eleitoral. Com isso, as verbas ficam paradas, como no caso do recurso no valor de R$ 426 mil aprovado e ainda não liberado para as reformas dos equipamentos. A assinatura do convênio só poderá ser realizada depois das eleições.

Os Museus foram tombados pelo Patrimônio Histórico, mas isso não garante nenhum apoio para a recuperação e a manutenção como relata a secretária. “Um bem quando patrimonializado significa que é um bem simbólico para o lugar onde temos clareza da sua preservação; seja ele de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e também de valor afetivo para a população, impedindo a destruição ou descaracterização de tais bens”, esclarece.

As obras dos Museus encontram-se recuperadas e guardadas em lugar seguro, garante a secretária. Foram feitos um levantamento e catalogação das telas do Museu de Artes Vicente Leite, por meio de uma parceria entre a direção do museu, e os alunos do curso de Design da UFCA. A doação foi feita e documentada em cartório ao município do Crato no ano de 1974. Desde então o município  realiza o custeio da manutenção e restauro das peças. Por outro lado, o acervo faz parte do plano museográfico que foi apresentado pelo município do Crato e aprovado pelo Ibram.

O Teatro Municipal Salviano Arraes é um dos principais equipamentos de cultura, porém Dane cita que alguns equívocos foram cometidos em sua estrutura física, o que acabou não sendo um equipamento com todas as prerrogativas que o espaço requer. Hoje, segundo ela é um teatro que funciona como auditório, para é inadequado para exibição de artes cênicas. Faltam vestimenta cênica, ciclorama, bambolinas, tapadeiras, equipamento de som, iluminação, dentre outros recursos.

Mais informações:
Prefeitura Municipal
Secretaria de Cultura do Crato
Largo da Rffsa
Centro
Telefone : (88) 3523.2365

DIÁRIO DO NORDESTE

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *