Empresário João Claudino agora é cidadão pernambucano


Foi ao som de música e poesia sertaneja que o empresário João Claudino Fernandes, incentivador da cultura nordestina, recebeu nesta terça-feira (14) o título de cidadão pernambucano da Assembleia Legislativa. Dono de um conglomerado que emprega 18 mil pessoas que reúne o Armazém Paraíba, frigoríficos, fábricas de bicicleta e shopping centers, Claudino lidera um dos principais grupos empresariais do Nordeste. Mas virou cidadão pernambucano pela contribuição para a arte no Sertão.

O Grupo Claudino patrocina a publicação de livros de poetas do Estado pela Gráfica e Editora Halley e promove anualmente o Festival Artes de Março, voltado para os artistas do Sertão do Pajeú pernambucano.

“Eu comecei a andar em Recife desde jovem, quando iniciei a minha vida empresarial. Pernambuco naquela época era o celeiro de grandes indústrias na área têxtil e um centro de vendas para todo o Nordeste. Tanto que colocamos nossa matriz aqui, antes de levar para o Maranhão e Piauí. E eu me apaixonei por Recife. Só tenho a dizer que estou muito feliz e orgulhoso de ser pernambucano”, agradeceu.

Cerimônia com emoção

Claudino se emocionou ao ouvir o discurso dos filhos durante a solenidade. Ele também foi celebrado em versos declamados por poetas sertanejos e pelo cantor Santana. “O senhor vem lastreado nas cordas das violas dos nossos cantadores”, elogiou o deputado estadual Waldemar Borges, que propôs o título de cidadão.

A cerimônia, no auditório da Alepe, teve a participação do governador do Piauí, Wellington Dias. Mais cedo, o empresário também foi recebido pelo governador Paulo Câmara no Palácio do Campo das Princesas. “Como empresário, tem crescido, dando o exemplo que a gente precisa de trabalho e produtividade”, afirmou, em nota.

COM INFORMAÇÕES DO JORNAL DO COMMERCIO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *