Cajazeiras-PB, 13/12/2017
HOME » ALMANAQUE » E assim nasceu Cajazeiras…

E assim nasceu Cajazeiras…

quadro_fundacao_de_cajazeiras

E assim nasceu Cajazeiras, na ótica do multi-artista W. J. Solha: os escravos constroem a Casa Grande às margens do Açude Grande, sob o olhar severo de Vital Rolim. Enquanto isso, Ana de Albuquerque embala a criança que viria a ser o maior de todos os cajazeirenses: Ignácio de Souza Rolim. O quadro encontra-se em exposição permanente, há décadas, na Biblioteca Pública Castro Pinto.

SOBRE Christiano Moura

COMENTÁRIOS

  1. W. J. Solha

    Há quanto tempo não vejo essa imagem. Fiz o quadro em 64, na república de funcionários do BB de Pombal, entre os quais eu me incluía. Ele nasceu de uma conversa que tive, em Cajazeiras, com um senhor de sobrenome Cartaxo – que me lembrou Einstein – exatamente no local onde a cidade teria tido seu início. Fiz a tela, botei-a em cima da carga de um caminhão e foi na boléia dele que viajei de novo pra Cajazeiras, onde fui oferecê-lo ao prefeito, que se decidiu pela compra depois de ouvir Íracles Pires. Nunca me esquecerei de minha surpresa quando ela disse que o Rolim que eu pintara era um autorretrato e, caramba, vi que era, mesmo. Foi como me tornei, involuntariamente – depois com orgulho – o fundador da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *