Desportista Nêgo Dias leva o velho Estádio Higyno Pires nas costas

23
É preciso gostar de futebol. Aliás, é preciso gostar muito, muito mesmo de futebol. Assumir a responsablidade de gerenciar o velho e decadente Estádio Higyno Pires Ferreira é tarefa para poucos. Abandonado, sucateado, dilapidado e até leiloado ao longo dos, o velho Higyno Pires foi entregue ao desportista Geraldo Fabrício, o conhecidíssimo Nêgo Dias, ex-vereador e atual presidente da LCD -Liga Cajazeirense de Desportos.

Pois bem. Nêgo Dias correu atrás de parcerias, pediu ajuda aos amigos, colocou a mão na massa e, aos pouquinhos, está conseguindo soerguer o velho estádio. Claro que não podemos esperar que tudo fique funcionando perfeitamente da noite pro dia, mas os primeiros (bons) passos já foram dados. Os vestiários e a sala dos árbitros já foram recuperados, bem como as cabines de imprensa, arquibancadas e parte da murada. O gramado ainda não existe. É apenas um amontoado de capim que Nêgo Dias e seus auxiliares regam religiosamente todos os dias. Mas os sinais de recuperação já são visíveis.
Mesmo sem recursos – o propalado apoio municipal é quase sempre “de boca” – Nêgo Dias botou a LCD na jogada e vem realizando, com sucesso de público e de crítica, campeonatos amadore nas mais diversas categorias. Para os próximos dias, o administrador do campo pretende constituir uma comissão de cajazeirenses para começar a traçar os planos de recuperação do centro esportivo. Sugiro também a participação da AC3 e da AC2B, além dos clubes de serviço e entidades representativas de classes.
De promessas as arquibancadas do velho Higyno estão lotadas. Mas nota-se a boa fé e a extrema dedicação do abnegado desportista Nêgo Dias.
Deixei para o final a informação mais impressionante dada por Nêgo Dias: a estrutura metálica do quase-ginásio do antigo Colégio Diocesano Padre Rolim, que pertence à Diocese de Cajazeiras, teria sido doada ao município para ser instalada no terreno do Higyno Pires, exatamente aonde ficava a velha quadra, por trás da casa de Seu Leitão das Pernambucanas. Mais impressionante ainda é que há meses (!!!) Nêgo Dias espera por uma máquina da Prefeitura para fazer o nivelamento do terreno e iniciarem-se as obras das fundações do futuro ginásio. Só que as máquinas não chegam nunca. Assim não vai…
1 comentário
  1. Edups Diz

    Caro Christiano: amanhã teremos uma reunião da AC2B e vou participar aos colegas sua sugestão de a AC2B participar da recuperação do Higino Pires. Pode ter certeza, o que tiver ao nosso alcance, ajudaremos com prazer.
    Parabéns pelo Blog.
    Eduardo Pereira:
    http://www.ac2brasilia.blogspot.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.