Campeão pelo Corinthians entra na torcida pelo Atlético de Cajazeiras nas redes sociais


Apenas um dia depois de conquistar o título do Campeonato Brasileiro pelo Corinthians, na última quarta-feira, o lateral-esquerdo Guilherme Arana trocou o preto e o branco do Timão pelo branco e azul de um clube do interior da Paraíba. Usando um boné do Atlético de Cajazeiras e segurando nas mãos uma camisa do time sertanejo, o jogador gravou um vídeo de apoio ao Trovão Azul, que vai disputar a elite do Campeonato Paraibano em 2018.

Na gravação, Arana faz questão de lembrar a recente conquista pelo Corinthians e pede que os torcedores apoiem o Atlético-PB na caminhada do clube na próxima temporada. Ele sugere que todos comprem uma cartela que dá direito a participar do sorteio de uma série de prêmios, que é um dos meios que o clube encontrou para angariar fundos. E o lateral do Corinthians ainda chama o Trovão Azul de “time pesado”.

– Eu acabei de ser campeão brasileiro e venho através desse vídeo comunicar para todo mundo ajudar o Atlético de Cajazeiras. Conto com a ajuda de vocês. Tâmo junto. Time pesado. É nós!

No Brasileirão deste ano, Arana entrou em campo em 31 partidas com a camisa do Corinthians e marcou dois gols. Nesta temporada, ele ainda defendeu as cores do Timão no Campeonato Paulista, quando também foi campeão, na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana.

O jogador alvinegro – peça fundamental no esquema do grupo heptacampeão nacional – entrou num seleto grupo de famosos do futebol que apoiam o Atlético-PB. Antes dele, Gabriel Jesus e os ex-jogadores Vampeta e Cafu já haviam gravado vídeos para promover o clube paraibano. Jesus, inclusive, doou uma camisa sua da seleção brasileira ao Trovão Azul.

O Trovão Azul, no caso, é um clube de Cajazeiras, cidade sertaneja que fica quase na divisa da Paraíba com o Ceará. Fundado em 1948, o clube tem dois grandes momentos: o título paraibano de 2002 e o vice de 2007. Em 2010, contudo, acabou rebaixado. Mas retornou à elite do futebol estadual com o título da 2ª divisão de 2012.

Em 2017, o clube voltou a se classificar para uma semifinal de campeonato, algo que não acontecia desde o vice-campeonato de 2007. E para 2018 o projeto é ainda mais ousado: conseguir vaga nas competições nacionais e, quem sabe, ainda voltar a brigar pelo título.

O Atlético de Cajazeiras passou a ser visado por grandes figuras do futebol brasileiro e mundial depois que firmou uma parceria com o Grêmio Osasco Audax, que é presidido por Vampeta. Desde 2016, quando passou a interagir com o clube paulista e quando, inclusive, chegou a fazer a pré-temporada em São Paulo, o clube paraibano tem recebido o apoio de vários nomes forte do futebol.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *