Cai arrecadação de ICMS na região de Cajazeiras nos três primeiros meses do ano

AM3 – 250×250

grafico

Os três primeiros meses de 2015 foram de redução da arrecadação do ICMS (Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços) na região jurisdicionada ao Núcleo Regional de Finanças, sediado em Sousa. De acordo com informações obtidas junto à Coletoria Estadual de Cajazeiras, houve uma diferença negativa de R$ 459.999,12 no trimestre.

As receitas de janeiro, fevereiro e março foram caindo mês a mês, chegando a R$ 11.077.707,80 (onze milhões, setenta e sete mil, setecentos e sete reais e oitenta centavos), quando o projetado era de R$ 11.537.706,92 (onze milhões, quinhentos e trinta e sete mil, setecentos e seis reais e noventa e dois centavos), o que gerou, portanto, essa diferença superior a R$ 459 mil.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

A coletora estadual de Cajazeiras, Francineide Pereira, revelou ao Gazeta que as receitas que apresentaram redução significativa no mês de março referente a fevereiro foram ICMS importação, ICMS Simples Nacional Fronteira e ICMS Nacional Franteira, o que tem refletido na diminuição das compras.

Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Cajazeiras, José Antonio de Albuquerque, a crise chegou à região, e tem refletido seriamente na economia local e regional. “As pessoas estão comprando menos, o que significa menos impostos e menos receita para os cofres públicos”, comentou.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.