Cajazeiras-PB, 11/12/2017
HOME » CAJAZEIRAS » Boqueirão de Piranhas capta mais de 4 milhões de metros cúbicos de água em março

Boqueirão de Piranhas capta mais de 4 milhões de metros cúbicos de água em março

boqueirao-barco

O açude de Boqueirão de Piranhas (Engenheiro Ávidos) tomou muita água durante o mês de Março: 4 milhões 119 mil metros cúbicos. No dia 1º de Abril o manancial estava 23 milhões e 807 mil e terminou o mês no dia 31 com 26 milhões 626 mil metros cúbicos de água. Esse volume atual representa 10,4% de sua capacidade.

Somando o volume da água consumida pela população de Cajazeiras, que segundo o diretor regional da Cagepa, Cleudismar Alexandre Maciel, é de 600 mil metros por mês, mais a evaporação que é de 700 mil, que dará 1 milhão e 300 mil metros cúbicos, chega-se ao total de 4 milhões 119 mil metros cúbicos de água que entrou no açude de Boqueirão, que tem capacidade para 255 milhões de metros cúbicos.

Até a terça (01) o açude continuava tomando água. As chuvas neste mês de Março vieram pelo sul, beneficiando o manancial. Neste mês de Março, portanto, ainda ficou um saldo de 2.819 mil metros cúbicos de água. Mesmo assim a situação é preocupante, levando-se em consideração que todo mês que um milhão e trezentos mil metros cúbicos são gastos com o abastecimento da cidade de Cajazeiras e a evaporação. Ano passado as comportas foram fechadas por determinação da Agência Nacional das Águas (ANA) para irrigação.

Os proprietários e pequenos produtores que ficam as margens dos rios Piranhas e do Peixe, voltaram a ter água, principalmente neste mês de Março, tendo em vista que esses rios tomaram água. Alguns pequenos proprietários estavam cavando cacimbas no leito do rio e perfurando poços para garantir o consumo animal e aguar pequenas plantações.

O açude Lagoa do Arroz que tem capacidade para 80 milhões 220 mil metros cúbicos, fechou o mês de Março com 8 milhões 200 mil 945 metros cúbicos de água, representando 10,2% da sua capacidade total.

BLOG DO FURÃO COM GAZETA DO ALTO PIRANHAS

SOBRE Blog do Furão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *