Cajazeiras-PB, 12/12/2017
HOME » REGIONAL » Bom Jesus completa 50 anos de emancipação política

Bom Jesus completa 50 anos de emancipação política

bom jesus - panoramica 2010

Em 1885, a mata virgem na divisa dos estados da Paraíba e do Ceará, foi desbravada pelo pioneiro Antonio Caetano Leite, que encontrou vários exemplares de aroeira, árvore anacardiácea de madeira útil e casca medicinal. O lugar não poderia ter outro nome e daí nascia o Sítio Aroeira, onde foi construída a primeira casa (de taipa) daquele extremo. A comunidade foi se desenvolvendo, principalmente, a partir de 1915, ano da criação da Diocese de Cajazeiras, já que nos anos seguintes foi construída a primeira capela para celebrações litúrgicas. No decorrer da construção da capela, o povoado foi crescendo e começaram a surgir as festas religiosas, vendedores ambulantes, pequenos comerciantes e outros tipos de serviços. Concluída a construção da capela, organizaram a inauguração, que ocorreu em clima de muita festa, com a presença de um grande número de pessoas e autoridades. O primeiro celebrante foi o Padre Lopez.

Ouro branco

Paralelamente à construção da capela, foi implantada no povoado de Aroeira, uma usina de beneficiamento de algodão, de propriedade de Sebastião Bandeira de Melo, a qual contribuiu muito para o desenvolvimento do comércio local. Foi um período muito movimentado, devido à grande quantidade de algodão da região e a existência de diversos teares na comunidade. O algodão era transformado em lã e vendido para as usinas maiores em Cajazeiras e Campina Grande. Esse período estendeu-se até os anos 1940.

Distrito

Em 1955, o povoado é elevado à categoria de distrito, sob o Decreto Lei 1.198 de 2 de abril do mesmo ano, de autoria do deputado estadual Acácio Braga Rolim. Nesse período, o prefeito de Cajazeiras era o Sr. Antonio Cartaxo Rolim, que muito fez pelo município, instalando, inclusive, o primeiro motor e estendeu energia elétrica pelas ruas do lugar.

Cidade
Em 1963, o Decreto Lei 3.096, de 5 de novembro de 1963, concedeu a Bom Jesus os foros de cidade. O nome é uma homenagem ao padroeiro Sagrado Coração de Jesus. Bom Jesus possui um distrito – São José – e inúmeras localidades bem estruturadas. O município possui, ainda, dezessete escolas, ginásio de esportes, centro cultural, biblioteca, sedes da prefeitura e da câmara, agência dos Correios, unidade de saúde, mercado público, água encanada, energia elétrica, serviço de telefonia fixa, veículos para o transporte de estudantes, cartórios, comércio bem movimentado e a cidade é toda arborizada e calçada. Seu primeiro prefeito foi o médico Júlio Maria Bandeira de Mello e o atual é o engenheiro Roberto ‘Bayma’ Bandeira de Melo.

Com pesquisa na revista Oba! nº 23 – Novembro/2003 e informações e fotos do Cancão Notícias.

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *