Cajazeiras-PB, 11/12/2017
HOME » PARAÍBA » Assaltos a banco crescem 433,33% em 11 meses na Paraíba

Assaltos a banco crescem 433,33% em 11 meses na Paraíba

assalto-banco-em-Itaperoa-PB

De janeiro a novembro deste ano, o número de crimes envolvendo bancos na Paraíba aumentou 138,46%, em relação ao mesmo período de 2012. O alvo preferido dos bandidos foi o Bradesco, onde os crimes cresceram 381,82%.

Dos 124 crimes contra bancos na Paraíba, até novembro, o Bradesco contabilizou 42,74% das ocorrências, seguido pelo Banco do Brasil com 33,06%. Ou seja, esses dois bancos sofreram 94 ataques, que representa 75,81% de todos os crimes praticados até então.

Das modalidades criminosas utilizadas, as tentativas de assalto/arrombamento/explosão aumentaram 433,33%, que ocupa o topo da lista de crimes. Na sequência, vêm: arrombamentos (337,5%), explosões (109,09%), assaltos (54,55%) e a modalidade criminosa conhecida como ‘saidinha de banco’ (25%).

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, mais uma vez ficou abismado com o crescimento vertiginoso de crimes contra bancos no Estado. “A sociedade tem de cobrar soluções imediatas para a questão da segurança; cobrar dos bancos mais investimento e dos órgãos competentes a implantação de políticas preventivas que garantam a tranquilidade da população”, desabafou.

O dirigente sindical se disse muito preocupado com o aumento dos assaltos, modalidade criminosa que deixa sequela nas vítimas. “De todas as formas de crimes envolvendo bancos, o assalto é a forma mais perversa para o bancário, porque é uma ação direta contra a pessoa. E quem tem uma arma apontada para a sua cabeça jamais esquece o trauma. Geralmente, a vítima de um assalto não consegue se recuperar totalmente do trauma, correndo o risco de ficar incapacitada para o trabalho. Daí a nossa luta por medidas que evitem todos esses males, não só para os bancários, mas também para a sociedade”, concluiu Marcos.

CLICKPB

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *