Ambulatórios do HUJB atendem quase 500 pacientes de onze municípios


A agricultora Marilene Paixão levou o neto José Pablo Viana, de quatro anos, para a consulta de pediatria no Hospital Universitário Júlio Bandeira da Universidade Federal de Campina Grande (HUJB-UFCG), filial da Rede Ebserh. Eles moram em Bernardino Batista, distante cerca de 100 quilômetros de Cajazeiras, onde o hospital fica localizado.

Dona Marilene é umas das 498 pessoas beneficiadas pelo serviço de ambulatórios especializados que o HUJB ofereceu entre os meses de janeiro e novembro de 2017. Esse quantitativo contabiliza as consultas nas especialidades de pediatria, nutrição, psicologia e ginecologia. Além desses, estão incluídos os agendamentos para cardiologia e neurologia.

Desse total, o número maior concentrou-se na pediatria, na qual foram realizadas 263 consultas. Em segundo lugar, ficou o ambulatório de psicologia, com 98 atendimentos. Na especialidade ginecologia, foram 37 consultas e 55 exames de colposcopia, importante para identificar alguma alteração como as doenças no colo do útero. Os números do mês de dezembro somente serão computados no início de janeiro de 2018.

“Nos casos de ginecologia, as consultas ocorrem no período de aulas dessa disciplina do curso de Medicina da UFCG e, portanto, funciona apenas nos períodos de aulas, são aulas teórico-práticas. Isto se aplica também aos ambulatórios de cardiologia e neurologia”, destacou a nutricionista e coordenadora dos Ambulatórios Especializados, Fernanda Souza.

A avó do pequeno José Pablo agendou o atendimento através do posto de saúde do município de Bernardino Batista, e todas as consultas são intermediadas pelas unidades de saúde de cada um dos 11 municípios para os quais o Hospital Universitário Júlio Bandeira é referência.

“Os pacientes recebidos para o ambulatório são egressos do hospital, ou seja, já estiveram internados em algum momento e precisaram dar continuidade ao tratamento, ou são pacientes encaminhados das Unidades Básicas de Saúde. Essa condição se aplica aos pacientes dos ambulatórios de Pediatria, Nutrição e Psicologia”, explicou Fernanda.

Para o ambulatório de Ginecologia, as pacientes mulheres vem encaminhadas do PAPS (Posto de Atenção Primária a Saúde), um Posto de Saúde da UFCG, localizado no Bairro São José, Cajazeiras, PB. Esta foi uma pactuação feita entre o hospital e o PAPS. “O ambulatório não é aberto para qualquer pessoa. É necessário que o paciente tenha um encaminhamento do Pediatra do Hospital ou de outro médico, caso este paciente seja oriundo de uma unidade de saúde da família, com justificativa cabível”, complementou a nutricionista.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *