Ivan Bichara e a obra no ritmo da música


O governador Ivan Bichara mandou sua assessoria contratar um pintor para retocar o Palácio da Redenção, antes de deixar o governo. Todo dia, observada o andamento da obra que era muito lento. Ele se aproximava do pintor que tangia seu pincel, languidamente, enquanto assobiava valsas antigas.

Foi passando o tempo, a obra apenas se arrastava. Até que, certa manhã, o governador se chegou ao pintor e perguntou: “O senhor gosta mesmo de música, não é?” O pintor: “Pois é, governador”. Bichara: “Agora, será que não dava pro senhor mudar o repertório, não?” O pintor: “Que tipo de música?” Bichara: “Um chorinho mais animado, como Tico-tico no Fubá. Assim, a obra sai mais depressa…”

 

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *