Cajazeiras-PB, 11/12/2017
HOME » CAJAZEIRAS » A Faisqueira do Gazeta

A Faisqueira do Gazeta

Memória de elefante  O governador Ricardo Coutinho tem memória de elefante, principalmente quando se trata de antigas declarações que atingiram a sua pessoa, como no caso do ex-vice de prefeito de Cajazeiras, advogado Júnior Araújo, que o teria chamado de perseguidor, fato inclusive que o fez “bloquear” sua participação na chapa com Denise na última eleição municipal de Cajazeiras.

Mimos  Várias tentativas foram feitas, logo depois das eleições municipais de reaproximação de Júnior Araújo com Ricardo, via Carlos Antonio e Denise, mas não houve êxitos e a última foi nesta quarta-feira, 04, dia de São Francisco, quando numa entrevista o governador foi indagado sobre a filiação de Júnior num partido da base de seu governo, simplesmente respondeu, depois de questionado pela terceira vez, “vou dizer o quê?”.

Queimação  O presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, Marcos Barros, ao ser convidado para participar da mesa e de falar na solenidade de assinatura que destina recursos para o pólo de confecções de Cajazeiras, foi um sinal mais do que evidente de que o governador Ricardo Coutinho não deu nem bolas para a tentativa de alguns “amigos aliados” fritá-lo e afastá-lo do seu circulo de amizade.

Vacinado  Com esta atitude o governador Ricardo Coutinho demonstrou ser vacinado contra “fofocas” de “Maria vai com as outras” e dos fuxicos dos que anseiam o “poder” só para si e não permitem “ingresso” e florescimento de novas lideranças.

Foi jantado  O vereador Jucinério Felix mal havia acabado de declarar que a filiação de Júnior Araújo ao PPS teria que passar por ele, como presidente do diretório de Cajazeiras, na capital do estado, ele já posava ao lado do presidente do diretório estadual, Nonato Bandeira, como recém filiado. Só tem uma saída: é pular pela “janela” na hora que ela abrir para outra sigla. Ô Jô porque fizeram isto contigo? 

Briga entre os índios  O prefeito de Cajazeiras, Zé Aldemir, foi pego de surpresa ao ver a noticia de que o ex-prefeito de Cachoeira dos Índios, Têta Francisco, vai apoiar Jeová Campos para deputado estadual e não sua esposa, Dra. Paula. Cada vez que você baixar os olhos e levantar de novo vai ver que as nuvens já mudaram de local. Assim é na política.

Traição  Já dizia o velho e experiente cacique da política paraibana, Wilson Braga: “a traição é o tempero da política” e trair é igual a coceira, basta começar. Quantos trairão e serão traídos até as eleições?

Silêncio  O ex-prefeito Carlos Antonio, durante a permanência do governador Ricardo Coutinho, em Cajazeiras, neste dia 04 de outubro, entrou mudo e saiu calado, mas em compensação voou/circulou como uma águia, tendo nas asas seus dois candidatos: Júnior Araújo para deputado estadual e sua esposa, Dra. Denise para a Câmara Federal e de quebra ainda pensando em 2020 colocar seu nome para a prefeitura de Cajazeiras. Tá pouco ou quer mais?

Ausência  Observou-se que durante a visita do governador Ricardo Coutinho a Cajazeiras, para destinar nada menos que seis milhões de reais para o pólo de confecções, nenhum membro da equipe do prefeito Zé Aldemir, ligado ao setor de desenvolvimento econômico, se fez presente. A política partidária, infelizmente, impede a verdadeira política, a de parceria. Um faz por um lado, o outro por outro lado.

Orgulho de ser corno  Com a morte de José Adauto Caetano, fundador da Associação dos homens mal amados do Ceará, conhecida também como Associação dos Cornos, um pretendente a criar uma entidade desta natureza em Cajazeiras estava se lamentando porque queria convidá-lo para prestigiar a solenidade de abertura. Comenta-se que o estatuto já estaria pronto e a relação de sócios já é bastante grande. Ô Carrazera boa!!!

Sete vidas  Roberto Monteiro da Silva, o conhecido Danilinho, que tem inúmeras passagens pela cadeia de Cajazeiras, acusado e condenado por vários crimes, sofreu no último dia 02, mais um atentado a bala, seria o de número seis. Os seus amigos dizem que ele tem sete vidas, igual ao gato e agora só tem mais uma chance, a sétima. Foi submetido a uma cirurgia no HRC e está se recuperando dos ferimentos feitos pelas balas. Cajazeiras é uma cidade que tem histórias inusitadas. Eita como ela boa!!!

SOBRE Gazeta do Alto Piranhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *