Cajazeiras-PB, 10/12/2017
HOME » ALMANAQUE » [2009] Vituriano admite candidatura e menospreza aliados políticos

[2009] Vituriano admite candidatura e menospreza aliados políticos

Vituriano 06_800x530

O ex-prefeito Antonio Vituriano de Abreu, PMDB, pai do atual prefeito de Cajazeiras, Leonid de Sousa Abreu (Léo Abreu), PSB, prestou uma entrevista a uma emissora de rádio local, logo após participar de uma Sessão Especial, na Câmara Municipal, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que obteve ampla repercussão na imprensa local e estadual, já que outros veículos reproduziram e comentaram suas declarações, bem como, nos meios políticos locais.

Governo Maranhão – O ex-prefeito disse que conhecia o novo governador da Paraíba, como conhecia a si próprio, inclusive, para quem acredita em astrologia, o signo dele é o mesmo seu, Leão. No seu entendimento, o talento de Maranhão para governar não é o mesmo para legislar, lembrando que quando foi deputado federal, as pessoas comentavam em Brasília, que em apenas três meses, ele se destacou, falou mais do que políticos tradicionais, que estavam lá há muitos anos, inclusive o próprio Maranhão era calmo e poucos imaginavam que ele conseguisse chegar ao Governo do Estado, se transformando numa das principais lideranças políticas da Paraíba e um grande administrador, além de lembrarem que o próprio Gilvan Freire que era tido como uma pessoa talentosa, pouco falava na Câmara.

O líder político cajazeirense afirmou que o Estado da Paraíba vai ganhar muito com a presença de Maranhão, apesar do pouco tempo de mandato, inclusive, Cajazeiras, especialmente no setor da saúde, lembrando que esteve no Hospital Regional, atendendo apelo do governador, tomando algumas providências para que ele a Casas Hospitalar funcione plenamente.

Candidatura a deputado estadual

Com relação à disputa eleitoral de deputado estadual, Vituriano disse que os amigos podem ficar convictos de que ele está disponível para entrar no páreo, lembrando, no entanto, que inicialmente o compromisso é fazer o governo de Léo, fazendo-o funcionar plenamente, para que entre nos trilhos, possibilitando o desenvolvimento da cidade e somente depois, passarmos a pensar nas eleições do próximo ano.

Vituriano disse entender que o Estado inteiro vai precisar fazer uma renovação nas suas representações, pois Cajazeiras vive hoje, praticamente, sem nenhum representante, não há ninguém pensando em disputar uma cadeira de deputado estadual, menosprezando portanto a atuação do deputado do PT e aliado do grupo, Jeová Campos e desconhecendo a pretensão de um outro aliado, em disputar um mandato de deputado estadual, no caso, o advogado e radialista, Adjamilton Pereira, ex-secretário de Saúde do município. “Acho que, a não ser o próprio José Aldemir, não conheço ninguém pensando em ser candidato a deputado estadual, na região, como também, se vê a vacância na área federal” disse.

Ele lembrou por exemplo, que Wilson Braga (que foi seu candidato na eleição passada) já disse que não pretende disputar à reeleição e Wilson Santiago pretende ser candidato a Senador, o que significa dizer que, tudo isto, está trazendo uma certa luz, para se poder novamente, pensar numa política melhor. Isto é, o ex-prefeito, também desconheceu o fato do deputado estadual Jeová Campos, também ter se lançado candidato a deputado federal e deixando em aberto, a possibilidade de disputar ou uma cadeira de deputado estadual ou de federal.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS - ED. 535 (13 a 19/03/2009)

SOBRE Gazeta do Alto Piranhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *