Cajazeiras-PB, 21/10/2017

[2005] Amigos prestam última homenagem a Daciano Soares

daciano_soares_01_314x409

Os amigos, correligionários, familiares e a população em geral, prestaram a última homenagem ao ex-prefeito de Santa Helena, por quatro oportunidades, agropecuarista e empresário, Daciano Soares, que faleceu em Fortaleza, onde se encontrava internado, em função de problemas de saúde que vinha enfrentando nos últimos anos e que se agravaram nos últimos meses. Nos últimos anos Daciano vinha se dedicando a uma Faculdade, onde era sócio, em Cajazeiras.

Seu corpo foi sepultado no último Sábado, naquele município. As 16 horas, foi celebrada uma missa de corpo presente, na Igreja Matriz de Santa Helena, pelo padre Miguel, após ter sido velado, no Centro Cultural. Um grande número de pessoas, esteve no local, para a despedida final ao líder político. O prefeito Elair Diniz Brasileiro, decretou feriado municipal, no dia do seu falecimento e luto oficial por três dias.

Antes do sepultamento, as pessoas que conviveram com Daciano e desfrutaram de sua amizade e até do seu apoio político, como foram os casos do ex-deputado estadual e ex-prefeito Antonio Quirino de Moura e do ex-deputado estadual, Tarcizo Telino, com as presenças do ex-prefeito Elair Diniz Brasileiro e dos vereadores de sua bancada de sustentação política, falarem sobre as qualidade de Daciano Soares, como homem e como político, tendo deixando uma grande obra administrativa no município e uma enorme folha de serviços prestados.

O ex-deputado Tarcizo Telino, no seu discurso, afirmou que se deslocou de João Pessoa, para participar das solenidades fúnebres, cumprindo um dever de amigo e objetivando também prestar sua solidariedade a família de Daciano e a sociedade de Santa Helena, que estava de luto e em clima de muita comoção. Município que Daciano comandou durante quatro mandatos, tendo participado de outras campanhas de amigos e correligionários. Telino lembrou que Daciano dedicou longos anos de sua vida ao povo de Santa Helena.

Ele foi um grande exemplo de simplicidade, de administrador, de homem que amava sua cidade e seu povo, de homem público, tanto é verdade que mesmo tendo sido prefeito de Santa Helena, por quatro mandatos, terminou a vida sem ter sequer uma casa morar. Essa foi uma prova inequívoca do seu despreendimento, da sua probidade, da sua honestidade, da sua vocação para servir e do seu amor pela coisa pública.

O ex-deputado lamentou que os vereadores da oposição, que são maioria e integram a Mesa Diretora da Câmara, não tenham prestado uma homenagem oficial, por questões de ordem política, reconhecendo a importância de um homem, que foi prefeito do Município e que deu uma contribuição inestimável ao desenvolvimento da cidade. Sequer designaram um parlamentar para representar o Poder Legislativo, nas celebrações fúnebres, lamentou.

GAZETA DO ALTO PIRANHAS - ED. 343 (08 A 14/07/2015)

SOBRE Gazeta do Alto Piranhas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *