Vituriano admite disputar vaga na Câmara Federal no próximo ano


MÉDICO ANTÔNIO VITURIANO DE ABREU

O ex-deputado estadual Vituriano de Abreu, presidente municipal do PMDB em Cajazeiras, não esconde sua pretensão em disputar uma vaga de deputado federal nas eleições do próximo ano. Mesmo estando sem ocupar cargos na política, a perspectiva do peemedebista é que os atuais parlamentares não sejam reeleitos por conta da situação atual do país e ele seja um dos escolhidos pelo povo.

“Estou aguardando a conclusão de toda essa confusão de Brasília, eu não posso admitir e acreditar que quem esteja socado nesse mar de lama tenha direito a voltar em qualquer que seja o poder. Se o povo mostrar que quem anda direito, quem sempre trabalhou abertamente, quem sempre trabalhou de maneira correta, eu estou aí. Estou aguardando que essa luz aconteça, porque o que o povo quer é o que sempre preguei nos meus 40 anos de política”, declarou Vituriano.

Para o ex-deputado os eleitores precisam realizar essa mudança no cenário político nacional e paraibano. “Quem participou e entrou na onda, quem se elegeu a custa do governo federal, dos recursos públicos, já que quase todos se elegeram às custas desse dinheiro, eu não vejo em nenhum moral para voltar pedindo voto. A não ser que, o povo não tenha prestado atenção ou então não que o povo perdoe, afinal de contas o poder vem da mão do povo”.

E acrescenta, “Se o povo perdoar, todos devem voltar, se o povo não perdoar, pelo que vejo já estamos com 83% do povo brasileiro dizendo que não vota em quem estar no poder, se isso se efetivar eu acho que vai haver uma mudança muita grande”.

Em relação a não estar participando da gestão do prefeito de Cajazeiras José Aldemir, Vituriano espera que sejam tomadas as melhores decisões para o município. “Eu acho que tudo vai dar certo, porque o rapaz é muito equilibrado, José Aldemir deve ter razões para acertar, ele tem uma experiência na parte do legislativo. Nada impede de no executivo ele acertar”.

COM INFORMAÇÕES DO BLOG DO GORDINHO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *