No passado foi precisar dar uma vida em holocausto, do professor José Clementino da Silva, para que fosse revigorada a luta em defesa da construção da atual UTI do Hospital Regional de Cajazeiras e está registrada na História a participação decisiva do então deputado estadual José Aldemir Meireles para termos este importante equipamento hospitalar, que ao longo do tempo tem salvado muitas vidas.

Hoje, no estado da Paraíba, estando em Cajazeiras, para você conseguir salvar uma criança que necessite de uma UTI Pediátrica temos que correr para a Campina Grande ou João Pessoa e infelizmente, quantas vezes não ouvimos pelos noticiários das emissoras, que muitas delas não conseguem chegar ao seu destino e ao longo da estrada falecem.

Recentemente, um helicóptero do Corpo de Bombeiros do Ceará, em plena noite, resgatou no aeroporto uma criança e a transportou para Barbalha e para felicidade de todos foi salva.

Quando é que vamos deixar de presenciar cenas deste tipo em nossa cidade? Esta é uma pergunta que fazemos às nossas lideranças, principalmente ao prefeito do município e aos senhores vereadores, que poderiam deixar de lado discussões estéreis para abrir fronteiras de lutas em defesa da vida, vidas dos futuros cidadãos de nossa terra.

Já que José Aldemir é considerado como “pai” da UTI para adultos, agora tendo em mãos o maior galardão e o mais poderoso instrumento que é o diploma de prefeito, dado pelo povo, e como pai e avô começar uma luta  em defesa das  vidas  das crianças de nossa cidade.

Não importa aonde esta UTI seja implantada, se no HRC ou no HUJB, porque em defesa da vida não deve haver “muros” entre entes federativos, partidários, ideológicos ou políticos e se incluirmos nesta luta o povo, tenho certeza que obteremos uma grande vitória. Para qualquer caminhada, por mais longa que seja, precisamos dar o primeiro passo.

Tenho informações, tanto dos médicos do HRC quanto do HUJB, que as ambulâncias vivem a trafegar nas estradas da Paraíba conduzindo crianças para as UTIs de Campina Grande e João Pessoa, ressaltando o quanto é difícil, na maioria das vezes, e o quanto é problemático se conseguir uma vaga de internação.

A cidade precisa despertar para este fato e do que está acontecendo nas entranhas das questões de saúde para poder iniciar os movimentos de conquistas.

Devemos provocar o senador Raimundo Lira e colocá-lo, em Brasília, à frente deste movimento e se assim procedermos tenho a mais absoluta certeza que ele fará o possível para encaminhar uma solução.

O nosso silêncio e omissão podem ser as causas de constantemente perdemos alguns equipamentos, não só hospitalares, mas de outros segmentos para que possamos aos poucos ir adquirindo estrutura e porte de cidade importante no cenário político da Paraíba.

Vale lembrar ao povo do quanto foi árdua a luta para a conquista da instalação de um núcleo de hemodiálise em nossa cidade, mas de tanto pedir e implorar acabamos conquistando os equipamentos e hoje funcionam muito bem e salvando vidas.

Então, cada filho desta terra poderá dar a sua contribuição, sempre que possível, cobrando de seu representante uma ação em defesa da construção de uma UTI em Cajazeiras para defender o que mais de sagrado existe: a vida de nossas indefesas crianças.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *