Técnico do Atlético de Cajazeiras pede licença a rivais e avisa: “Vamos buscar o título”


Empolgou. Depois de vencer o Botafogo-PB por 1 a 0 nessa quarta-feira, o técnico Ederson Araújo, do Atlético de Cajazeiras, garantiu que o Trovão Azul não vai ser um mero coadjuvante no Campeonato Paraibano. Pelo contrário. A meta do treinador atleticano é buscar o título. A declaração foi dada ainda no campo do Estádio Perpetão, após a vitória sobre um dos grandes do Estado e um dos favoritos a levantar a taça de campeão.

A confiança demonstrada por Ederson não parte do nada. O Atlético-PB, de fato, foi mais efetivo na maior parte do duelo contra o Belo. Isso depois de, na estreia, ter encarado de igual para igual outro clube grande: o Treze. As duas atuações foram suficientes para o técnico atleticano dizer para quem quisesse ouvir:

– Pretendemos buscar o título. Com todo respeito às outras equipes. Mas temos um grande elenco, que foi montado com muito cuidado. Vamos buscar o título. O pequenininho do Sertão vai dar trabalho – cravou Ederson, logo após à partida, enquanto a torcida alviazulina ainda fazia muita festa no Perpetão.

Duas horas antes, o público já era bom no estádio. A torcida comprou a briga e compareceu em bom número para apoiar o time. Quando a bola rolou, o Atlético se impôs. Teve as melhores chances da primeira etapa, levando muito mais perigo ao gol do goleiro Michel Alves do que correndo riscos de sofrer o primeiro. Ainda assim, o primeiro tempo acabou zerado.

Na volta do intervalo, o ímpeto atleticano se manteve. O time foi para cima. E abriu o placar aos 7 minutos, quando o atacante Mosquito fez bonita jogada individual, invadiu a área e, se aproveitando de uma pane na defesa botafoguense, tocou com estilo para fazer o gol do jogo. Depois disso, o Trovão Azul mostrou que sabe se segurar também. O Botafogo cresceu na partida, pressionou, buscou o gol, mas parou na forte marcação.

Ederson aprovou a atuação do time. Elogiou a postura dos jogadores e avaliou que as duas partidas que o time fez até aqui no Paraibano são dignas de uma equipe que vai lutar pelas primeiras posições.

– Estávamos merecendo essa vitória. Diante do Treze, já tínhamos feito um grande jogo. Aqui, contra o Botafogo, iniciamos melhor e não fizemos o gol. Depois fizemos e recuamos, algo que não pode. Agora a tendência é, contra o Campinense, dar o máximo para essa torcida, que merece. Vamos melhorar um pouco mais com o andamento do campeonato.

Vale lembrar que, de início, Ederson seria auxiliar técnico e só foi içado à condição de treinador porque Júnior Gomes, que comandaria o time, teve problema pessoais e entregou o cargo para voltar ao Rio de Janeiro. Mas Ederson estava no clube desde o início da pré-temporada e participou da montagem do elenco, quase todo ele formado por jogadores do Sul e Sudeste do país. Uma estratégia diferente das dos demais clubes na disputa. E que a diretoria atleticana espera que surta efeito.

Seguindo esse início indigesto de Paraibano – no qual enfrenta os três principais clubes do Estado logo nas três primeiras rodadas -, o Atlético de Cajazeiras recebe o Campinense às 17h do próximo domingo, novamente no Perpetão. Vai ser mais uma oportunidade para o técnico Ederson Araújo mostrar que sua confiança no time tem razão de ser.

GLOBO ESPORTE
Previous Banda Forró a 1000 promete muita animação no Bar do Motor
Next Água do açude de Lagoa do Arroz já abastece a zona norte de Cajazeiras

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *