Soia Lira, a atriz

TATYANA
0 63
AM3 – 250×250
Maria Auxiliadora Lira de Souza adotou o nome artístico de Soia Lira, nasceu em Cajazeiras, e começou a carreira artística no teatro ainda criança, ao lado dos irmãos Buda Lira, Nanego Lira e Bertrand Lira, em sua cidade natal. Inicialmente, no Grupo Mickey, atua em “O Bando de Ciganos”, “A Seca”, “A Procura da Flor Verde”, todos textos coletivos. Posteriormente, mudam o nome para Grupo Terra, encenando “O Beiço de Estrada” e “Os Pirralhos”.
Com o final do Grupo Terra, depois da saída da atriz Marcélia Cartaxo, deixa os palcos e retorna, em 1992, com a criação do Grupo Piollin, sob a direção de Luiz Carlos Vasconcelos, que adapta o conto “Vau de Sarapalha”, de Guimarães Rosa. O espetáculo sai em turnê pelo Brasil e pelo exterior, na Espanha, Alemanha, Inglaterra, Portugal e, Bélgica, ganhando uma série de prêmios em festivais.
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Nos anos 2000, consquista se espaço no cinema, ao ser projetada como Ana, a mãe de Josué (Vinícius Oliveira), em “Central do Brasil”, de Walter Salles.
No teatro, com o Grupo Piollin, atua em “A Gaivota – Alguns Rascunhos”, dirigido por Haroldo Rego, em 2006, e também para um intercâmbio com. a Cia. Clara de Teatro, de Belo Horizonte. Em 2010, participa de “Retábulo”, de Osman Lins, adaptação e direção de Luiz Carlos Vasconcelos.
Na TV, em 1994, trabalhou em “A Mulher Vestida de Sol”, de Ariano Suassuna, com direção de Luiz Fernando Carvalho. Em 2007, integrou o elenco de “A Pedra do Reino”, também de Ariano Suassuna e com direção de Luiz Fernando Carvalho.
ELIANE BANDEIRA

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.