Saiba quais são as previsões dos números, cartas e búzios para 2017 na Paraíba


Cada início de ano traz, além de reflexões, outras perspectivas e possibilidades. São promessas, metas e mudanças idealizadas que ajudam a atravessar com mais segurança um novo período que bate à porta. Mas será que após um 2016 intenso e, para muitos, turbulento faz sentido ter confiança no futuro e nos governantes?

Vejam as previsões com o auxílio energético dos números, das cartas de tarô e dos búzios, que podem deixar mais claro o que os próximos doze meses reservam, com as interpretações da numeróloga Aparecida Liberato, do tarólogo Miguel Trindade e da mãe de santo Penha de Iemanjá.

A yalorixá Mãe Renilda também mostrou as previsões dos búzios para 2017. Segundo ela, o próximo ano será chuvoso e de melhoria para a economia brasileira. A mãe de santo também previu o futuro de políticos paraibanos.

Já mãe de santo Selma Maria Lima, mais conhecida como “Mãe Selma”, fez previsões para os próximos anos relacionadas a área política, esportiva, entre outros temas. Se depender dos orixás, a seca no Sertão da Paraíba deve acabar.

PARAÍBA

“O estado da Paraíba fez aniversário em 5 de agosto de 2016 e até seu próximo aniversário está sob a influência do número 31, [resultando, com a soma, no número] 4, que traz algumas restrições que fazem com que o rítmo de mudanças e progressos esteja comprometido. Há a necessidade de colocar determinadas situações em ordem com seriedade e responsabilidade. O 4 é um número que exige esforço, dedicação e produtividade. Por isso, ele traz lentidão, para que erros sejam corrigidos. Os meses de março, abril, maio e junho serão muito importantes para o Estado, já que existe aí uma energia de movimento, de finalizações e recomeços”, disse a numeróloga Aparecida Liberato.

CHUVA

Mãe Renilda viu nos búzios que 2017 será um ano de prosperidade e riqueza. “Vai chover onde não chove”, afirmou.

“2017 será um ano de boas chuvas, teremos um inverno perfeito, graças a Deus”, disse Mãe Selma.

“[Em relação ao clima e ao meio ambiente], vai ser um ano em que as pessoas vão começar a ter mais consciência ecológica e mais consciência para economizar água. Vai ser um ano com muitas campanhas e, como consequência, isso vai refletir também no problema da seca. A gente tem um clima muito seco e árido em alguns períodos do ano, mas eu não vejo uma calamidade grande. [Sobre emprego], a carta do imperador mostra que 2017 vai pertencer àquelas pessoas ousadas. É um ano de semente, em que as pessoas estão plantando para colher ao longo de 2017 e, sobretudo, em 2018 e 2019, que são anos que terão reflexo de 2017. A roda da fortuna mostra as dificuldades para as pessoas que não têm esse perfil, então vai ser um ano com muito desemprego; a economia vai dar uma balançada muito grande, mas de maio em diante isso tende a mudar, porque a roda é dinâmica”, afirmou o tarólogo Miguel Trindade.

“Vem muita chuva para o Sertão, nós vamos ter muita chuva esse ano. É um ano dominado por Iansã, que é a dona dos raios, do vento, da tempestade. Apesar disso, também teremos um clima quente. Nossa Paraíba vai estar num ponto com riqueza, devido a chuva, porque a chuva vai ser proveitosa para os agricultures, e os cantos que não tiveram chuva em 2016, ela vai chegar”, previu Penha de Iemanjá.

BRASIL

Sobre a situação econômica do Brasil, que enfrenta grave recessão, Mãe renilda disse que o ano novo será de melhorias e de mais empregos.

Mãe Selma revelou que o ano de 2017 também será marcado pela crise e o desemprego: “Com certeza a crise vai se alastrar muito mais, pois o desemprego é grande no Brasil”, destacou.

“No emprego, vai ser difícil. Os búzios mostram que, em termo de emprego, você vai ter que sair de casa, batalhar mesmo para conseguir, porque se você for se acomodar, cada vez mais vai ser difícil de conseguir. Porém vai ser melhor que em 2016”, disse Penha de Iemanjá.

RICARDO COUTINHO

Na política, a yalorixá Mãe Renilda viu que o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), vai se afastar do cargo em 2017 para “seguir outro caminho”, que poderá ser para as eleições de 2018. Ela afirmou que vê um “caminho de sucesso”, mas que Ricardo precisa usar mais a razão e não a emoção, olhando mais para a classe social excluída. “Ele faz isso, mas precisa redobrar”, disse.

A numeróloga Aparecida Liberato diz que “o atual governador Ricardo Coutinho, em 2017, vive sob a influência do número 47, [que somado dá] 2. Essa energia traz dificuldades de ordem judicial. O número 47 é bem complicado, provocando desajustes entre ele e as pessoas. Precisará ter muito equilíbrio entre razão e emoção para lidar com essa energia instável. Ele buscará apoios para conseguir seus objetivos no governo de seu Estado, mas sempre com muitas dificuldades e oposições. Será um ano de decisões, como se estivesse em uma encruzilhada e ele tem que optar por um caminho”.

Para o tarólogo Miguel Trindade, “ele vai utilizar como estratégia as coisas que já fez para João Pessoa e para a Paraíba como ponto de partida para uma próxima campanha que ele talvez queira fazer. A carta do eremita mostra ele tornando a mostrar à população as coisas que ele fez, tocando nos pontos benéficos. É um momento também de ele ter uma postura de mudança. Tem que abraçar mais a população, o que ele vai conseguir, garimpando muitos apoiadores da própria campanha e da ideologia. No decorrer de todo 2017, ele vai fazer um governo muito bom, principalmente para a área da educação e da saúde, que talvez sejam as principais metas dele”.

O ano de 2017 para Ricardo vai ser de grande trabalho pela frente, mas ele vai realizar mais os seus sonhos. Vai ser um ano difícil, porque vem a força aí dos ministérios, da política. A dificuldade que vai abrir 2017 vai ser em uma área dele que está complicada, uma coisa grande, como se ele fosse construir algo e esse algo fosse vir com dificuldade. É bom ele prestar atenção nos projetos, porque é possível que algum deles ele não chegue a terminar”, disse Penha de Iemanjá.

LUCIANO CARTAXO

“Desde o último aniversário, [até o próximo], o prefeito vive um ano de energia 31 [resultando em 4], que é um ano de trabalho, organização e foco em todos os assuntos de base de seu governo. Base é educação, saúde, transporte, saneamento. Em ano 4, é necessário cuidar do povo e das suas necessidades básicas. No ano 4 cuida-se da infraestrutura para que no ano 5 possa se promover o progresso e mudanças. No ano 4 os investimentos são feitos de maneira moderada, com economia, somente focando naquilo que realmente é produtivo e importante para o povo. A partir de junho, o prefeito entra em uma energia 32 [resultando em 5] que é bastante aberta para tratar de assuntos com outros países, como incrementar investimentos ou fomentar o turismo. Poderá ser um ano de progresso, caso haja foco e determinação até lá”, disse Aparecida Liberato.

“O primeiro ano do segundo mandato de Cartaxo já começa com muitos desafios: pressão da Câmara municipal, pressão de vários segmentos políticos. Ele também vai assumir uma postura de imperador e de ditador do próprio trabalho dele, mas não vai fazer uim governo ruim. A única coisa que ele precisa é entrar num consenso com os vereadores. Muitos talvez já estejam entrando em confronto com ele. E esse confronto vai gerar uma necessidade de ele ser mais enérgico, o que ele não vai conseguir porque sabe que essa não é a melhor estratégia. É isso que a carta do mundo mostra”, afirmou Miguel Trindade.

Já Penha de Iemanjá disse que “Dois mil e dezessete vai ser um ano produtivo para Luciano Cartaxo. Ele vai trabalhar menos e vai ter mais lucro. Ele já está arregaçando as mangas e nessas mangas ele já está colocando os projetos nos devidos lugares. Vai ser um ano em que os projetos que ele leva vão ser terminados. Não vai ser difícil, vai ser bom. Até o final do ano vai ser bom para ele”.

Sobre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), Mãe Renilda disse que o gestor deverá deixar a prefeitura para disputar um cargo em 2018.

Mãe Selma também fez previsões para as eleições para Governador em 2018 e, segundo ela, se o atual prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo (PSD) for candidato, será eleito novo governador da Paraíba.

CÁSSIO CUNHA LIMA

Quanto ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB), Mãe Renilda afirmou que ele pode assumir um cargo importante no governo federal, mas que precisa de “calma, tranqüilidade e olhar mais para o outro”. “Ele está num momento positivo. 2017 é ano de determinação e respeito, de deixar a arrogância de lado. Para chegar, a 2018 ele [Cássio] precisa disso”.

MORTE NA POLÍTICA

Mãe Renilda ainda viu nos búzios que um político paraibano importante poderá morrer em 2017. “Não gosto de fazer essas previsões, mas sim, vejo isso. Alguém não tão velho [idoso]”.

Mãe Selma afirmou que 2017 será marcado por uma tragédia que abalará não só a Paraíba, mas todo o Brasil.

CAMPEONATO PARAIBANO

Já em relação ao futebol, após consultar os búzios, Mãe Selma deixou claro que o Sousa Esporte Clube tem grandes chances de ser o campeão do Campeonato Paraibano de 2017 e que vencerá os jogos contra o Atlético de Cajazeiras durante a competição.

COM INFORMAÇÕES DO PORTAL CORREIO, JORNAL DA PARAÍBA E DIÁRIO DO SERTÃO
Previous 2017 chegará com muita chuva nos primeiros meses do ano, preveem meteorologistas da PB
Next [RAFAEL HOLANDA] 2017

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *