Cajazeiras-PB, 22/10/2017

[RAFAEL HOLANDA] Sonhos

Enquanto os meus sonhos forem justos, e nada possa transformar os meus caminhos em verdadeiros precipícios estarei trazendo virtude de entender onde posso descansar.

Enquanto eu puder deixar de lado os ricos e satisfeitos e tomar a tocha dos oprimidos e esquecidos, apostando na certeza de melhores dias e na verdadeira conciliação entre os homens; haverei de lutar.

Enquanto eu puder recolher as tendas da solidão e me colocar a caminho de deter o infortúnio, o soluço, o pranto e as lágrimas, me tornarei um imenso lenço para puder consolar.

Enquanto existir uma legião de pobres cujo o clamor é surdo aos ouvidos das autoridades, enquanto a crescente miséria ameaçadora se manter como tempestade, só nos resta uma oração.

Enquanto não existir uma paz ou justiça concreta para amenizar as tensões e conflitos que esbarram num pilar negro criado pelo homem, com certeza viveremos na mais profunda amargura no coração.

carreira-dos-sonhos_800x533

SOBRE RAFAEL HOLANDA

RAFAEL HOLANDA
Médico e escritor. Reside em Campina Grande-PB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *