[RAFAEL HOLANDA] Pesadelos


A vida passa, como passa o tempo, como passa o vento, como passa à hora, e os belos momentos que embelezaram o que de bom realizamos.

A vida passa como passa a aprendizagem, os primeiros passos, os grandes amores, a educação, o respeito, o plantar da roça e o colher das flores.

A vida passa como passa a memória que esquece a bondade, que destrói a lealdade, quando muitos se tornam ingratos, e persistem em não ligar a vida passar.

A vida passa como passa a beleza que se estraga com o tempo, e muitos insistem em retorno, para conservar a vaidade, e pensar em ser sempre o que o tempo se esqueceu de lembrar.

A vida passa como passa o dia e chega à noite onde a escuridão não enxerga o dono, e faz da saudade o mal dos insones que perambulam pela rua para encontrar o que nada encontram.

A vida passa como em velocidade alegre ou tristonha que muitos não chegam a realizar sonhos, ou sair das portas de pesadelos.

Previous Ex-prefeito Zerinho Rodrigues sofre AVC e é removido para João Pessoa
Next [REUDESMAN LOPES] Alerta ligado

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *