[RAFAEL HOLANDA] O espelhar


Olhe o campo da vida, e se por acaso encontrares uma planta caída saiba levantar, pois muitas das vezes são pessoas feridas por palavras jogadas ao vento sem antes pensar.

Olhe o teu livro em pensamento, e verás que muitos momentos dos teus momentos esqueceste-se de viver dentro da vida de alguém e compreender sua dor.

Olhe que a voz do tempo não se perde; ele apenas espera a primeira curva para mostrar a forma simples como se soletra a palavra amar.

Esqueça as coisas que podem ferir alguém, e tente aprender que muitas das vezes o calçado que fere pode ser o mesmo que em dado momento estará em teus pés.

Não crie tormentas onde um simples remar pode levar alguém a um porto seguro, na vida pequenos rios podem consolar a dor de alguém.

Quando a aflição bater a tua porta, não desperte o medo, pois o Deus das nossas bondades ampara e faz sucumbi as calamidades e lágrimas.

Se o pranto se fizer presente na vida, não seja o primeiro a cair recorra a fé para que o templo da virtude abra e vinha propiciar o consolo.

A dificuldade possui potencial variável, enquanto um grito assusta tua vida, muitos se acham em labirintos perdidos, onde o canto da dor se torna permanente.

As queixas frequentes são tempos perdidos, e para que isso não torne a essência,lute para transformar a escuridão em luz com a finalidade de clarear a vida.

Saiba dividir tristezas e lágrimas,e amenize sentimentos de perda ou saudades, pois o vento que abre a janela de alguém pode se tornar tempestade em tua vida.

um-gato-no-espelho

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *