[RAFAEL HOLANDA] Lamento de um dependente


Ajude-me a salvar a vida que por minhas mãos se fez perdida, numa estrada sem rumo e sem saída. Ajuda-me a compreender o quanto desta miséria me fez sofrer, e a vida se despediu dos meus gostos e entre lágrimas e desgostos eu vivo só.

Os bons amigos da miséria a gente encontra, em cada beco de qualquer cidade, que com sua força da maldade é capaz de nos empurrar para dentro de um túnel sem porta e sem destino, vagando por um caminho da mais profunda solidão.

Tinha tudo para ser feliz, para viver uma vida que Deus me deu, mas uma festa sem razão rasgou meu peito e tirou o coração, para implantar em meu corpo os rastos das porcarias, dos lixos que destruiriam as minhas esperanças.

Pelas estradas sem futuro, sem destino e sem noite, fiquei perdido da imensidão da dor e do desprezo, perdi o que de mais belo existia, perdi minhas lembranças, meus estudos, minha família e mergulhei fundo num poço sem salvação.

O meu corpo que antes exibia a beleza de um templo saudável, se transformou em mocambo sofrido e maltratado, mostrando aos olhos de alguém que a minha imagem era apenas de um pequeno cadáver ambulante.

Já não tenho dia ou noite, pois os sonhos se perderam em uma arapuca onde moro, e os canalhas de outrora já partiram pelo mesmo destino que caminho, levando sonhos jogados pela ponte da dor.

Procuro uma mão para ajudar, para buscar em olhos, olhares que me ajudem a buscar, por entre coisas uma forma de uma vida decente puder viver, já não espero o amanhã devido a minha vontade de ir embora hoje.

A droga é uma leve assinatura de morte, quando não buscamos uma forma de sair de maneira rápida deste desfiladeiro, pois a sepultura nos faz real, o sofrimento nos veste a roupa e a velha verdade nos grita a cara.

Não queira ter em sua vida uma miséria sem igual, mas no avançar da droga em algum lugar entre as casas de uma pequena rua, pelo menos alguém terá o mesmo destino deste mesmo caminho que conseguir formar.

Busque em orações palavras que confortem, nos pais o amor que te agasalhe, no verdadeiro amigo um porto seguro, nos estudos a esperanças do amanhã, pois a vida em miséria se apresenta tão bela que te programa inclusive a morte.

tratamento

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *