Cajazeiras-PB, 18/10/2017

Pocicultura 2017 atrai grande público em Poço de José de Moura

O município de Poço de José de Moura realizou mais um Pocicultura, evento tradicional que colocou o município na rota do calendário cultural do Estado. A programação encerrou no domingo (16) com atrações musicais e culturais.

O Pocicultura nasceu em 2006 para homenagear os 40 anos de falecimento do fundador do município, José de Moura. A grande atração do evento é a Sala de Reboco, um dos ambientes mais visitados da festividade, que é uma espécie de museu da cultura nordestina com palco onde bandas tocam muito forró tradicional.

“Essa Sala de Reboco foi criada pra gente não esquecer a nossa memória nessa cidade. A cada ano a gente espera um público e vai aumentando. Poço de José de Moura é a terra da cultura”, ressaltou Vandervan Torres, organizador do evento.

O evento, que teve início no dia 7 de julho, se estendeu até o dia 16, já tem batido recorde de público, sendo destaque na impressa regional paraibana.

“É casa cheia todas as noites e a tendência é que aumente mais esse público. A gente hoje é conhecida como a terra da cultura, e nos sentimos muito orgulhosos com esse título”, comentou o secretário de cultura, Cazuza da Silva.

A realização da festa fica por conta da Paróquia São Geraldo em parceria com a Associação de Reisados Zé de Moura e Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo do município.

“Desde as raízes de Poço de José de Moura, a cidade é tida como a terra da cultura. A Sala de Reboco, que foi iniciada pela igreja, está se tornando bem popular, com a presença de várias famílias, e une a fé com a maneira cultural de expressar a religiosidade e a maneira acolhedora das pessoas”, destacou o padre César Pamplona.

COM INFORMAÇÕES DO DIÁRIO DO SERTÃO

SOBRE Diário do Sertão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *