Cajazeiras-PB, 23/10/2017

PMs salvam por telefone bebê afogado com leite materno

pm-leite

Uma mãe que mora em Canoinhas, no Planalto Norte de Santa Catarina, passou por momentos de desespero com o bebê de apenas 16 dias na manhã desta segunda-feira. O pequeno se afogou com o leite materno e parou de respirar. Sem saber o que fazer, ela ligou para o 190 e recebeu ajuda de uma guarnição da Polícia Militar pelo telefone.

A primeira orientação dos policiais Romildo Xavier e Toni Roberto Guesser foi colocar o bebê de bruços com a cabeça levemente inclinada para baixo. Se o bebê não voltasse a respirar naturalmente, a mãe deveria dar leves tapas nas costas para desobstruir as vias aéreas. Como não funcionou, o policial pediu para a mãe sugar o ar pela boca e o nariz do bebê.

Sem resposta positiva, o policial solicitou então que a mãe pressionasse de forma delicada a parte superior do estômago do bebê com o dedo indicador. Após quatro minutos de orientações, a criança finalmente voltou a respirar.

Uma ambulância dos Bombeiros chegou a ser encaminhada para o local. Porém, passado o susto, vizinhos da mulher se prontificaram a levá-la ao pronto-atendimento do Hospital de Três Barras para que um médico pudesse avaliar as condições de saúde da criança. Os policiais que fizeram o atendimento visitaram a mulher mais tarde e conheceram o bebezinho que ajudaram a salvar.

DIÁRIO CATARINENSE

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *