Cajazeiras-PB, 20/10/2017

Ministro da Integração faz balanço sobre a revitalização do Rio São Francisco

Fotos produzidas por Terceiros

O ministro da Integração Nacional, Francisco José Coelho Teixeira, participa, nesta terça-feira (10), de audiência pública promovida pela Comissão Externa para Acompanhar os Programas de Transposição e Revitalização do Rio São Francisco. O ministro vai apresentar aos membros do colegiado um balanço das obras de revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco.

A obra emprega mais de 6,6 mil trabalhadores e, com a retomada dos serviços dos trabalhos em Mauriti (CE) e São José de Piranhas (PB), serão criados novos 500 postos de trabalho.

Instalada em 2012, a comissão externa é composta de cinco senadores titulares e cinco suplentes. No início de março deste ano a delegação visitou obras da transposição no chamado eixo norte, ouvindo membros do governo federal, representantes de órgãos de controle e das empresas envolvidas na construção.

Em 19 de abril a comissão visitou o eixo leste da obra, nas cidades de Floresta e Sertânia, em Pernambuco, e Monteiro, na Paraíba – naquela região, as obras começaram em 2008, mas apresentaram vários problemas que levaram a atrasos no cronograma.

Na ocasião, o presidente da Comissão, senador Humberto Costa (PT-PE) informou que, segundo o novo calendário previsto pelo Ministério da Integração Nacional, até setembro de 2014 deverão ser entregues 100 quilômetros de canal com água.

Em agosto, a comissão promoveu audiência pública em Serra Talhada (PE) e visitaram trechos da obra no município de Custódia, também em Pernambuco.

O Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional é uma obra do Governo Federal com o objetivo de assegurar oferta de água para 12 milhões de habitantes de 390 municípios do Agreste e do Sertão dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

A integração do São Francisco com bacias dos rios temporários do semiárido será possível com a retirada contínua de 26,4 m³/s de água, o equivalente a apenas 1,42% da vazão garantida pela barragem de Sobradinho , sendo que 16,4 m³/s seguirão para o Eixo Norte e 10 m³/s para o Eixo Leste.

Nos anos em que o reservatório de Sobradinho estiver com excesso de água, o volume captado poderá ser ampliado para até 127 m³/s, aumentando a oferta de água para múltiplos usos.

Andamento das Obras – As obras do Projeto São Francisco estão em andamento e apontam mais de 47% de avanço. Estão em construção túneis, canais, aquedutos e barragens. O projeto contempla ainda 38 ações socioambientais, como o resgate de bens arqueológicos e o monitoramento da fauna e flora. O investimento nestas atividades é de quase R$ 1 bilhão.

Atualmente, a obra emprega mais de 6,6 mil trabalhadores. Dos 16 lotes de obras, que compõe as Metas, dois já estão concluídos: o Canal de Aproximação do Eixo Norte e Leste. Quatro trechos do Eixo Norte funcionam 24 horas por dia: em Salgueiro (PE), em Cabrobó (PE), em Jati (CE), e em São José de Piranhas (PB). São mais de 1,8 mil equipamentos em operação.

Atualmente, estão em atividades 14 lotes em vários municípios do Ceará, Pernambuco e Paraíba. Os serviços dos lotes 6, em Mauriti (CE); e 7, em São José de Piranhas (PB) estão em processo de retomada das atividades. O Ministério da Integração Nacional assinou o contrato e emitiu a ordem de serviço desta etapa (Meta 3N) no final do mês de setembro. Com isto, novos 500 postos de trabalho estão previstos para serem criados para atuarem neste trecho.

AGÊNCIA SENADO

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *