Cajazeiras-PB, 23/09/2017

Longa-metragem ‘Deserto’ deverá ser rodado em Patos a partir de janeiro

guilherme-webber

A cidade de Patos, no Sertão paraibano, será cenário do filme Deserto, longa-metragem que deverá ser rodado a partir de janeiro. O filme é de autoria da escritora Ana Paula Maia e do ator Guilherme Weber, que veio captar recursos em João Pessoa e conta com produção da Bananeira Filmes.

Em visita à redação do JORNAL DA PARAÍBA na tarde da última sexta-feira, Weber contou que a produção vai contar a história de oito velhos atores viajantes. Em meio a tantas viagens, eles encontram uma cidade deserta e decidem fazer uma pausa para descansar.

“A história se passa no século 19 e discute valores que existiam naquela época e que ainda estão enraizados em nossa sociedade”, detalhou Guilherme Weber, que também assina a direção e o roteiro.

Segundo o artista, o ponto de reviravolta de Deserto se mostra quando o líder do grupo de atores morre durante a primeira noite no abrigo. Sem liderança, os demais não têm coragem de seguir adiante com a peregrinação e resolvem continuar naquela cidade, em busca de uma mudança de vida.

Guilherme Weber explica que, para o cinema, nos últimos anos, o Nordeste se tornou um lugar de mergulho individualizado, um espaço do homem contemporâneo.

“O ‘Deserto’ apresenta esse Sertão como um espaço de fábula, quase de parábola. É um filme realista, mas que tem um conceito de fábula”.

DEBUTE NA DIREÇÃO – É a primeira vez que Guilherme, com 20 anos de carreira, assume a criação de um longa-metragem. Ele conta que a inspiração veio do livro Santa Maria do Circo, do escritor mexicano David Toscana, que acompanha a saga de um grupo de artistas circenses.

“Resolvi adaptar a obra que saiu do circo para o teatro por ter mais a ver comigo. A cidade de Patos foi escolhida após uma indicação que recebi do diretor Marcelo Gomes, que tinha feito pesquisas de locação para o filme ‘Cinema, Aspirinas e Urubus’ e não tinha usado essa locação em Patos”.

JORNAL DA PARAÍBA

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *