Jovem paraibano disputa uma das maiores competições de hipismo internacional


hipismo

Henry Hardman Henriques Virgolino, de 13 anos, é o único paraibano que vai competir na categoria mirim da FEI Children’s International, disputa de hipismo promovida pela Federação Equestre Internacional e que este ano ocorre em Brasília/DF, de 10 a 15 de dezembro. Além dele, outros dois talentos mirins vão representar o Nordeste na capital federal, sendo um natural de Pernambuco. O outro é Felipe de Lorenzo que, apesar de ser paulista, representa a Paraíba através da Federação Equestre Paraibana há dois anos.

A FEI Children’s International reúne 32 competidores, sendo 16 brasileiros e outros 16 de vários países, como Rússia, Inglaterra, Venezuela, Argentina, África do Sul, França, Canadá, Alemanha, Síria e Nova Zelândia. Em 2012, a disputa ocorreu na Coreia do Sul.

De acordo com a Confederação Brasileira de Hipismo, Henry ocupa a 10ª posição do ranking nacional na categoria Mirim 2013, com 276,75 pontos na modalidade Salto. Já na classificação das seletivas da CBH para o FEI Americas Jumping Championships (Mirim 2013), Hardman aparece na 12ª colocação.

O jovem cavaleiro pratica hipismo desde 2008 e tem um histórico repleto de vitórias, com tão pouca idade. O adolescente participou de outras competições internacionais em busca do título sul-americano e também de muitas provas em cidades do Sudeste e Sul do Brasil; por isso, conquistou bastante destaque e notoriedade com as habilidades e foi um dos selecionados para disputar a FEI Children’s International.

A mãe dele, Manuelina Hardman, diz que todos receberam a notícia da classificação com muita alegria e a família inteira vai a Brasília para torcer de perto pelo garoto. Ela também explica um pouco de como funcionou a seleção para que Henry entrasse na seleta lista. “Houve muitos critérios, como avaliação de vídeos, o nível técnico dele, várias reuniões entre os diretores até que se chegasse à relação dos 16. Todos disputaram o título sul-americano em junho deste ano (FEI Americas Jumping Championships); como Henry ficou em 12º lugar, ele e outros cinco entraram na FEI Children’s”, diz Manuelina.

Segundo o questionário preenchido pelo garoto durante o processo de inscrição na FEI, Henry, que fala inglês fluentemente, diz que adora jogar futebol, vídeo game e basquete, quando não está praticando hipismo. Ele fala ainda que o cavalo favorito para corridas se chama Ravel e revela que tem como ídolos a família e o treinador Jorge. “É minha primeira competição internacional; me sinto muito feliz”, escreve no questionário.

PORTAL CORREIO
Previous Morre a professora e ex-vereadora Alba Costa
Next Funape divulga aditivo e resultado após julgamento dos recursos do concurso de Cajazeiras

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *