Cajazeiras-PB, 23/09/2017

José Aldemir diz que Ricardo abriu a UPA por pressão popular

upa-protesto

O deputado estadual José Aldemir (PEN) disse nesta quarta-feira (27) que o governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB) somente realizou a abertura da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Cajazeiras movido pela pressão da população que ameaçou se manifestar.

O deputado disse ainda que, o secretário de Saúde do Estado, Waldson Souza faz uma política de enganação quando afirma que a abertura da UPA estava planejada para a última terça-feira (26). “O secretário veio posar de bonzinho, dizendo que a abertura da unidade estava marcada para o dia 26, quando todos sabem que eles agiram sob pressão do povo. Como se as pessoas não fossem inteligentes”, disse.

José Aldemir criticou o fato da UPA ter sido inaugurada no último dia 22 de agosto e ter passado mais de três meses sem funcionar. “Não se inaugura uma coisa sabendo que ela não tem a menor condição de funcionar, sem equipamentos, sem estrutura e sem recursos humanos”, disse.

O deputado defendeu a prefeita de Cajazeiras, Denise Albuquerque (PSB) dizendo que ela, pacientemente ficou pedindo e aguardando pelo governador do Estado, porém, segundo ele, o povo percebeu o que estava acontecendo e ameaçou se manifestar como uma forma de não se omitir.

Ditadura – O deputado José Aldemir aproveitou a ocasião para denunciar o funcionamento do Hospital do Trauma em João Pessoa e alfinetar o secretário de Saúde, Waldon Souza que quis impedir a entrada dos deputados no local.

Para José Aldemir, o secretário age com desequilíbrio e ele, junto com Ricardo Coutinho têm postura de ditadores, como se o hospital fosse de propriedade deles.

“Estávamos tentando fazer nossa obrigação que é fiscalizar e aquele rapaz me surpreende com seu desequilíbrio. Ele e o governador têm postura de ditadores”, disse.

DIÁRIO DO SERTÃO

SOBRE Diário do Sertão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *