Cajazeiras-PB, 18/10/2017

Jornalista Rui Leitão lança livro em Cajazeiras

rui-leitao

O jornalista Rui Leitão vai lançar no próximo dia 04 de dezembro, quarta-feira, as 20 horas, no campus da UFCG, em Cajazeiras, o livro “1968 – O Grito de uma Geração”. Já no dia 05, quinta-feira, será inaugurado o Núcleo Deusdedit Leitão, pela manhã, também no campus da UFCG.

Rui Leitão afirmou que o trabalho era uma homenagem ao seu pai, Deusdedit de Vasconcelos Leitão, referência maior na sua vida “Sua produção cultural me inspira e me motiva. Sem a preocupação de me considerar um historiador como ele foi, mas procurando resgatar para a prosperidade e para conhecimento da geração contemporânea de acontecimentos que marcaram a nossa história, que escrevi este livro”.

Rui Leitão nasceu em Patos, mas vive em João Pessoa desde 1958, quando dos acontecimentos registrados no livro, cursava o terceiro ano clássico no Liceu Paraibano. Filho de Deusdedit de Vasconcelos Leitão, escritor, historiador, membro da Academia Paraibana de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico da Paraíba, já falecido e de Dona Maria José Cézar de Vasconcelos.

Foi funcionário do Banco do Estado da Paraíba por 23 anos, onde chegou a diretoria administrativa. Ocupou vários cargos na administração pública, como secretário adjunto da Indústria, Comércio, Turismo, Ciência e Tecnologia, por duas vezes; diretor presidente da CDRM – Cia. De Desenvolvimento dos recursos minerais da Paraíba; diretor geral do Instituto do IPHAEP – Instituto do Patrimônio Histórico do Estado da Paraíba; diretor superintendente da Rádio Tabajara da Paraíba; diretor superintendente do jornal A União; secretário adjunto do Gabinete Civil do Governo do Estado; diretor nacional de benefícios do INSS, em Brasília; secretário de Administração da Prefeitura Municipal de João Pessoa, por duas vezes; Superintendente do Instituto da Previdência Municipal de João Pessoa; assessor parlamentar no Ministério da Educação e na Assembleia Legislativa da Paraíba.

RÁDIO ALTO PIRANHAS

SOBRE Christiano Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *